hanna thame fisioterapia animal
livros do thame

Archive for julho, 2017

Em Jequié, Rui entrega ampliação de centro de bioimagem e vistoria obras

Foto_Alberto Coutinho_GOVBA (2)Ações nas áreas de saúde, desenvolvimento rural e esporte para a população de Jequié e municípios da região sudoeste da Bahia foram entregues pelo governador Rui Costa neste sábado (22). Ele inaugurou a segunda etapa do Centro de Diagnóstico por Imagem do Hospital Prado Valadares, na modalidade de Parceria Público-Privada (PPP), com instalação de tomografia computadorizada e ressonância magnética.
“Esse é um centro de diagnóstico moderno e sofisticado para garantir a saúde pública de toda a região. O hospital não realizava tomografia nem ressonância e agora passa a fazer, com investimento de R$ 11,8 milhões. Estamos implantando este modelo de administração por meio de parceria público-privada, que agiliza a manutenção. Os aparelhos podem ser consertados com mais rapidez, sem precisar ficar parados. Com isso, a gente tem garantia, porque passa a ser interesse da empresa que o hospital produza e atenda o povo com qualidade todos os dias”, afirmou Rui.
Foto_Alberto Coutinho_GOVBA (3)O governador ainda autorizou a execução da obra de conclusão da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) localizada na avenida Governador Lomanto Júnior, no loteamento Santa Luz, no bairro Cansanção. Anunciou também a publicação, no Diário Oficial do Estado (DOE), na última semana, de edital de construção do novo Colégio da Polícia Militar (CPM) da cidade. “Um investimento grande de quase R$ 7 milhões para oferecer à nossa juventude uma educação de qualidade”, destacou.
Fez parte da programação do governador em Ilhéus, neste sábado (22), a visita ao Frigorífico Vale do Sol e às obras da policlínica regional e do novo Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC). Orçada em R$ 13 milhões, a policlínica tem conclusão prevista para agosto.
Rui também assinou autorização para a Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) celebrar convênio no âmbito do programa Bahia Produtiva com Associações do Assentamento Flor da Terra, na área de fruticultura. Acompanham o governador em Jequié os secretários estaduais da Saúde, Fábio Vilas-Boas, e de Desenvolvimento Rural, Jerônimo Rodrigues.
Futebol 

Read the rest of this entry »

Coronel Horácio de Carvalho, Maria Machadão e a moçoila dadivosa Berta. Jorge Amado revive no Festival Internacional do Chocolate e Cacau

Coronel Horácio de Carvalho, Maria Machadão e a moçoila dadivosa Berta. Jorge Amado revive no Festival Internacional do Chocolate e Cacau

“Estelionato sentimental”: crime ou abuso de confiança?

Débora Spagnol

debora 2 O dinheiro está de tal forma enraizado ao nosso cotidiano e por vezes é tão banalizado que sequer nos damos conta do quanto esse assunto é complexo. Da escolha da profissão até a forma de poupança, do valor do tempo até as escolhas amorosas,  quase todos os aspectos de nossa vida restam sedimentados no poder financeiro.

Karl Marx, em sua famosa obra “Capital”, introduziu o conceito de “fetiche da mercadoria”, ou seja: as pessoas são coisas, às quais é atribuído um valor simbólico, sendo a conduta humana precificada numa espécie de liberdade sem princípios. Nosso valor humano transmuta-se em valor de mercado e quanto maior nosso preço, melhor. Somos limitados tão somente pela falta de dinheiro: é assim que o mercado funciona.

Simpatizo com os conceitos de Freud, que com maestria abordou sobre o significado do dinheiro em nossa vida emocional. Segundo o pai da psicanálise, no nosso inconsciente o dinheiro, a exemplo do pênis, possui qualidade “fálica”, isto é: ambos são representantes do poder. A eles atribuímos o poder de preencher, de completar, de remediar o que nos falta, além, logicamente, de comprar, consumir, seduzir e conquistar.

Assim, de acordo com cada experiência de vida, têm-se as seguintes relações com o dinheiro: a) sujo e destrutivo: inconscientemente o dinheiro provoca repulsa, nojo, culpa ou medo. Quem tem esse padrão pode receber dinheiro muito facilmente (herança, jogos de azar), mas nunca terão nenhum, porque sempre inconscientemente rejeitam a fortuna; b) algo valioso: o dinheiro passa a ser uma preocupação constante. Próprio de pessoas sovinas, controladoras e rígidas; c) símbolo de poder: pessoas que desenvolvem este padrão experimentam várias sensações (fascínio, desdém e competividade quanto tem dinheiro; e inveja, ganância, desprezo e ressentimento quanto não tem). Atrelam o sucesso pessoal à quantidade de dinheiro (e poder), ignorando outras qualidades; d) dinheiro como dádiva: encaram o dinheiro como algo sagrado, com sentimento de júbilo, gratidão e generosidade, capaz de gerar abundância a si mesmo e aos outros.

A relação dinheiro “versus” relacionamento já foi objeto de várias abordagens através desta coluna: alimentos, pensão a ex-cônjuges, danos morais, relações “sugar” são alguns dos exemplos de como a vida financeira está intimamente atrelada à vida emocional.

Recentemente porém surgiu um novo conceito: “estelionato sentimental”. Mas o que representa este termo ?

Oras, não é novidade que toda a relação (afetiva ou comercial) se estabelece com base na boa-fé e lealdade dos parceiros, sendo livre a forma de pactuação dos contratos. Porém, mesmo o contrato tácito (aquele que não possui documento escrito) faz lei entre as partes.

Quando uma das partes demonstra má-fé na condução de um contrato ou relação comercial, utilizando-se de artifício ou induz terceira pessoa a erro para, assim obter para si ou para outrem uma vantagem ilícita, comete um crime contra o patrimônio: o estelionato, previsto no art. 171, do Código Penal.

No campo dos relacionamentos, quando um dos parceiros age com má-fé e, de forma proposital, se utiliza do afeto alheio para obter vantagens pessoais, sua conduta pode caracterizar o que atualmente se denomina “ESTELIONATO SENTIMENTAL”.

Read the rest of this entry »

Na democracia é bem melhor

Walmir Rosário

Walmir Rosário Como ser humano, somos um animal gregário e buscamos viver em sociedade, o que implica numa série de regras a ser seguida para proporcionar uma convivência salutar. Esse é um princípio natural que devemos seguir como pessoas e mais ainda como cidadãos, por nossa obrigação assumida para com a sociedade em que vivemos.

Implícita nesta conduta está a obediência às regras preestabelecidas, a exemplo das normas jurídicas; da moral, de forma coletiva; e da ética, de maneira individual. Dentro desses princípios, a previsão de conflitos é muito pequena, pois a sociedade não pauta de forma retilínea, haja vistas as nossas visíveis diferenças.

Essa teoria seria importante caso transformada em realidade, o que a cada dia se torna mais impossível, dados os costumes de cada grupo da nossa sociedade. Os três princípios básicos estabelecidos e perseguidos pela Revolução Francesa – Liberdade, Igualdade e Fraternidade – seriam, enfim, transformados de lema a fonte segura do direito de cada um.

Embora estejamos acostumados a ouvir os ensinamentos acima desde nossa infância, eles se tornam meras futilidades quando existem interesses contrários aos poderes dominantes. O que não se consegue conceber é que esses princípios basilares venham sendo desrespeitados sob variados pretextos, todos de interesses menores, justamente pelos que juraram obediência à Constituição.

Read the rest of this entry »

A TV Cabrália e a ´fumaça preta´

Daniel Thame

Essa história de fumaça preta e fumaça branca para a escolha do novo Papa me fez lembrar de uma história nos primórdios da TV Cabralia, comandada por Nestor Amazonas, lá pelo final dos anos 80.

Um cinegrafista e seu auxiliar, cujos nomes não vêm ao caso, foram vistos à noite na torre da emissora, em Itabuna, expelindo uma inconfundível fumacinha de aroma igualmente inconfundível.

Nestor não era fiscal do Ibama, mas ao saber que estavam ´queimando mato` no horário de trabalho, chamou os dois à sua sala. Bastava confirmar e o máximo que receberiam era uma bronca.

Mas ambos negaram e ainda se disseram indignados com aquela acusação injusta.

Nestor Amazonas, a quem a comunicação sulbaiana ainda  deve o merecido reconhecimento, não era dado a lero lero. Foi direto ao ponto:

-Se vocês não estavam fumando maconha tarde da noite na torre da tevê, então estavam trocando c…

E perguntou, didaticamente:

-Vocês preferem sair dessa sala como viados ou como maconheiros?

Ambos optaram pela fumaça preta.

Por que o chocolate pode e deve permanecer na nossa alimentação?

 

Andrea Spier

andrea FTCPassado o momento de celebrar a Páscoa, em que o consumo de chocolate aumenta, e muito…temos ainda as sobrinhas deles em casa, que vamos degustando aos poucos, com o sentimento de que deveriam durar para sempre e não acabar nunca!!!! Mas por que não fazer o chocolate entrar na rotina alimentar?

Isso é possível sim, desde que consumidos chocolates de boa qualidade e em quantidades moderadas, podemos fazer deles grandes aliados na manutenção da boa saúde e prevenção de algumas doenças.

A maioria das pessoas associam o alimento ao bem estar que se traduz em felicidade,  é ou não é verdade??  Isso por que o chocolate é feito a partir das amêndoas do cacau, que contém inúmeras substâncias, entre elas a Feniletilamina, que ativa a produção de dopamina e serotonina, hormônios relacionados a sensação de prazer e bem estar.

choco 4Rico em flavonoides, substancias antioxidantes (aquelas que combatem os radicais livres), essas contribuem para saúde cardiovascular e envelhecimento precoce, as catequinas, por exemplo , agem aumentando o HDL (colesterol bom) além de diminuir o LDL (colesterol ruim). Ainda tem a cafeína que promove o estado de alerta e minerais importantes como magnésio, zinco, ferro e cromo. Entretanto, todas essas substancias encontram-se potencialmente na amêndoa do cacau e não necessariamente no chocolate beneficiado.

Aos chocolates a indústria pode adicionar açúcar, leite e gorduras vegetais o que reduz a quantidade de cacau nele concentrada, reduzindo assim seu poder de benefícios à saúde. Por isso, o consumo inteligente deverá ser do “nibs” do cacau que nada mais é que a amêndoa triturada, ou de chocolates com 70% de cacau no qual prevalece a massa de cacau, com pouquíssimo açúcar e nada de leite. Em relação a quantidade, 30 gramas são suficientes para aproveitarmos os benefícios desse alimento. Vale lembrar que chocolate branco não é considerado chocolate porque não contem a massa de cacau, apenas a manteiga de cacau associadas a gorduras, muito açúcar e leite.

Caso você não tenha o hábito do chocolate mais amargo e intenso, uma dica é ir aumentando gradualmente a concentração do cacau no consumo, em pouco tempo seu paladar se tornará exigente em relação ao sabor do cacau.  A nossa região produz amêndoas de ótima qualidade, proferindo chocolates excelentes, assim somos privilegiados com muitas opções.

Atentos à qualidade e quantidade o chocolate amargo poderá fazer parte da rotina alimentar, associado a uma dieta de boa qualidade e atividades físicas, não há o que temer, ele ajudará inclusive na perda de peso. Um abraço bem nutrido e muitas felicidades com chocolate!!!

Andrea Spier  é Nutricionista, Especialista em Nutrição Clínica e Saúde Pública e Docente da Faculdade de Tecnologia e Ciências de Itabuna

Rui autoriza obras e entrega centro de diagnóstico por imagem do Hospital Prado Valadares em Jequié

Em viagem ao interior baiano desde quinta-feira (20), o governador Rui Costa visita Jequié, neste sábado (22), onde entrega obras e autoriza novas ações. O primeiro compromisso do governador, às 10h, é uma vistoria às obras do estádio de Jequié, em companhia do presidente da Federação Baiana de Futebol, Ednaldo Rodrigues Gomes, e ao Frigorífico Vale do Sol.

Em seguida, Rui inaugura a segunda etapa de implantação do Centro de Diagnóstico por Imagem do Hospital Prado Valadares, na modalidade de Parceria Público-Privada (PPP), com instalação de tomografia computadorizada e ressonância magnética. Entre obras e equipamentos, a unidade de bioimagem está orçada em R$ 11 milhões. Logo depois, o governador assina ordem de serviço para execução da obra de conclusão da Unidade de Pronto Atendimento (UPA), Porte I, localizada na avenida Governador Lomanto Júnior, no loteamento Santa Luz, no bairro Cansanção, onde ocorrerá a solenidade.

Durante o evento, Rui autoriza a Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) a celebrar convênio no âmbito do programa Bahia Produtiva com Associações do Assentamento Flor da Terra, na área de fruticultura. Ao final da visita, ele vistoria as obras de construção da policlínica regional de Jequié, na Avenida Otávio Mangabeira, no bairro de Mandacaru. Orçada em R$ 13 milhões, a conclusão dos serviços está prevista para agosto.

 

FIEB promove curso de capacitação de prepostos

Capacitar prepostos para representar e defender adequadamente os interesses das empresas em audiências trabalhistas e cíveis é o objetivo do curso que será promovido pela Federação das Indústrias do Estado da Bahia (FIEB), no próximo dia 02 de agosto, nas instalações do SESI na unidade integrada do Sistema FIEB na região Sul, situada na Rodovia Jorge Amado, BR 415, Km 13.

A capacitação é voltada exclusivamente para empresários e representantes de indústrias baianas e será ministrada pelas advogadas Ana Virginia Menzel, especialista em Direito do Trabalho; e Namir Gabrielle de Oliveira, especialista em Direito Processual Civil e em Direito e Processo do Trabalho.

Os interessados devem efetuar a inscrição no portal do Sistema FIEB (www.fieb.org.br). A capacitação é gratuita, com vagas limitadas. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (71) 3343-1479 ou pelo e-mail capacitacaosindical@fieb.org.br.

Sérgio Velanes defendeu união e maior engajamento do empresariado

aci 1Na cerimônia de posse da Associação Comercial e Empresarial de Itabuna (ACI), o empresário Luiz Sérgio Neto Velanes assumiu a presidência da entidade no biênio (2017-2019). Diante de empresários, autoridades locais e a imprensa, o novo presidente falou da necessidade de união, capacitação e, convocou a participação do empresariado na defesa de um ambiente empreendedor.

Ainda no seu discurso de posse, Sérgio falou que não existe crise quando está vivo e quando se tem trabalho. Segundo ele, não devemos encarar a atual situação do Brasil como crise. “Que crise? Se estamos vivos e temos representantes incontestes em nossa cidade?”. No final, Sérgio invocou a participação de todos para atuar em conjunto com a ACI. “Não critique, candidate-se e se ofereça para lutar junto”.

aci 2O objetivo, segundo ele, é promover o maior envolvimento dos empresários na defesa da classe e da sociedade em geral, oferecendo a capacitação de todos os associados, em parceria como Sebrae, visando tornar os negócios mais competitivos. Segundo ele, “a falta de preparo e capacitação tem levado muitos empresários a fecharem seus negócios”.

“Para mim, foi o mais importante legado que pude deixar, com relação aos compromissos e a responsabilidade que temos em melhorar nossa cidade e buscar um melhor ambiente empreendedor”, disse.

Read the rest of this entry »

Rui entrega sistema de abastecimento que beneficia mais de 11,7 mil pessoas com água potável no oeste baiano

1500649525Agua_gov_6Três  municípios do extremo oeste baiano passaram a contar com  água tratada e de qualidade. Mais de 11,7 mil moradores de Cristópolis, Cotegipe e Angical superaram  a escassez com a inauguração de um Sistema Integrado de Abastecimento de Água  (SIAA), na manhã desta sexta-feira (21), na sede de Cristópolis. O sistema faz parte do  Programa Mais Água para Todos e foi construído pela Companhia de Engenharia Hídrica e de Saneamento da Bahia (Cerb). A obra representa um investimento de R$ 29 milhões, com recursos do Ministério da Integração  e Governo da Bahia, através do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (Funcep).

“É uma alegria enorme de entregar esse sistema de água. São 160 km de tubulação pra levar água pra várias localidades rurais em três municípios. Com certeza a alegria do povo expressa no abraço, no sorriso, representa a satisfação por ter água de qualidade. Levar água potável é levar saúde e dignidade pras famílias, pra casa das pessoas”, afirma o governador.

1500649525Agua_1 (1)O SIAA atende as localidades de Missões de Aricobé, Brejo das Missões, Aricobé, Riachão e Lontra  no município de Angical; Cantinho e sede municipal de Cristópolis e Reforma São Francisco de Assis, em Cotegipe. A família da cozinheira Ivandite de Azevedo foi uma das beneficiadas. Segundo a moradora de Cristópolis, tudo melhorou . “A gente chegava a ficar três dias sem água. Era um horror. Mas agora temos água boa, docinha”, comemora Ivandite.

As melhorias já impactaram também na saúde. “Quando tinha água, era salgada. Muita gente tinha dor de barriga ou pedra nos rins. Água potável traz muitos benefícios para a saúde das pessoas. As doenças devem ser cada vez mais raras por aqui”, destaca a dona de casa, Eliene Ferreira.

O manancial utilizado para a captação da água é o Rio Grande, na localidade Jupaguá, onde a Cerb implantou uma estação flutuante. O empreendimento  conta ainda com seis estações elevatórias, sistema de adução, estação de tratamento, casa química, sete reservatórios e rede de distribuição com 3.321 ligações domiciliares.

Outras ações

Read the rest of this entry »

Editus realiza lançamentos e roda de conversa no Festival do Chocolate

liv 2O programa para o fim de semana traz uma dobradinha de sucesso: livros e chocolates, dos mais variados tipos, para os mais diversos interesses. A Editus – Editora da UESC está presente no 9° Festival Internacional do Chocolate e Cacau, até o dia  23 de julho, no Centro de Convenções de Ilhéus. Além da tradicional comercialização dos próprios títulos e de editoras que integram a ABEU (Associação Brasileira das Editoras Universitárias), ocorrerá “Um dedo de prosa” – uma iniciativa que busca aproximar a comunidade das pesquisas produzidas na UESC (Universidade Estadual de Santa Cruz). Nesta sexta-feira (21), o prof. Francisco Mendes Costa, do Departamento de Economia e autor do livro “Cacau, riqueza de pobres”, estará no estande da Editora das 17h às 19h, à disposição do público para tirar dúvidas e ouvir sugestões.

No sábado (22), das 16h às 18h, teremos uma tarde de autógrafos com a professora Maria Luiza Santos, no pré-lançamento do seu novo livro. “Intercambiando com Demetrius e Felipa” é um título voltado para o público infantojuvenil, que trada das diferenças culturais de migrantes em uma linguagem leve e divertida. A autora busca trabalhar os temas de suas pesquisas acadêmicas (migrações e refugiados) em um texto que seja acessível e atraente para leitores jovens.

No domingo (23), das 17h às 19h, a programação conta com uma nova rodada de “Dois dedos de prosa”. O professor Paulo Marrocos, do Departamento de Filosofia e Ciências Humanas e autor do “Manual da produção vegetativa de mudas de cacaueiro”, e as professoras Mônica de Moura Pires e Andréa da Silva Gomes, do Departamento de Economia e organizadoras do livro “Cacauicultura: estrutura produtiva, mercados e perspectivas”, se reúnem para uma conversa com os visitantes do Festival.

pato cu

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
julho 2017
D S T Q Q S S
« jun   ago »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031