hanna thame fisioterapia animal
livros do thame

Archive for julho, 2017

Bois, cacau e uma região de omissos

Helenilson Chaves

hc (2)

O Brasil assiste a um espetáculo vergonhoso, em que um grupo empresarial, movido a favores governamentais, concedidos em troca de propinas negociadas na calada da noite, que circulam em malas e através de outros artifícios, consegue amealhar um patrimônio na casa dos 16 bilhões de reais.

Mais do que isso, obtém o perdão ou a prorrogação, com prazos que atravessam décadas, de dividas com financiamentos públicos que igualmente são contabilizados em bilhões de reais, devidamente referendados pela mais alta corte do Judiciário.

A abertura dos segredos do grupo JBS, através da deleção de um de seus donos, expõe a maneira em que nossas principais autoridades, no Executivo e no Legislativo, atuam, privilegiando os interesses pessoais em detrimento dos interesses públicos.

A “generosidade” governamental com a JBS e outros grandes grupos empresariais nos remete à situação, completamente oposta,  que aflige a nossa Região Cacaueira.

Há três décadas, o Sul da Bahia sofre com uma crise provocada por uma praga que dizimou a lavoura cacaueira, levou os produtores à lona e gerou milhares de desempregados no setor rural, afetando a nossa economia como um todo.

De maiores produtores de cacau do mundo, responsáveis por uma fatia considerável do PIB baiano, passamos a uma região que hoje precisa importar cacau para não perdeu o parque industrial e perder ainda mais empregos. Vivemos uma espécie de “crise dentro da crise”, com as consequências por demais conhecidas.

Nesses 30 anos, estamos sempre à espera de um apoio governamental que nunca chega.

Acreditamos em promessas que nunca se concretizam. Ou, pior, não nos damos conta da grave situação em que nos encontramos.

Nossa representação política é ineficiente, quando não é nula. A Ceplac, uma instituição que poderia contribuir para a retomada do desenvolvimento regional, definha e não se vê um mísero protesto.

Os bancos públicos apertam os produtores com a cobrança de dívidas impagáveis, assumidas por conta de projetos governamentais malogrados, é ninguém levanta a voz.

Sem reagir, sem exigir nossos direitos, omissos diante de tamanho descaso, nos comportamos feito cordeiros rumo ao sacrifício.

Ou numa analogia com a citada JBS, como bois a caminho do matadouro.

 

Leitura, missão para prefeitos

João Palma

 joão palmaDiante de tantos e tão graves problemas nacionais como o desemprego, salários baixos, poder de compra diminuído, taxas e tarifas elevadas, políticos aquém do desejado, governantes bem além dos pesadelos e imprensa sempre atrás do mais brutal homicídio parece brincadeira escrever que o que  nos falta mesmo é leitura.

Falo daquela leitura que nos possibilita enxergar dentro dos discursos eloquentes; falo da leitura de mundo que nos dá compreensão do que somos e para onde queremos ir; da leitura que nos orienta a fazer boas escolhas e a manusear o controle remoto. Falo da leitura que nos tira do estado catatônico, idiotizado e vassalo e nos lança às lutas, às conquistas, ao possível.

Leitura se aprende na escola, mas é em casa que ela começa a fazer sentido quando as crianças misturam imaginação às historinhas contadas pela mãe, pelo pai, pelos avós. É assim que se começa a ler o mundo. É assim que nascem os desejos de aprender bem para conquistar mais.

Tenho insistido na necessidade de nos tornarmos uma Nação de leitores. Precisamos desesperadamente formar leitores em larga escala e essa tarefa, não fosse a montanha de outras responsabilidades, também cabe aos prefeitos. Sim, aos prefeitos e prefeitas dos mais de cinco mil municípios brasileiros.

Explico: no âmbito federal pululam programas que focam na compra de livros, porém, pouco ou quase nada incentivam a formação de leitores. É como se bastassem comprar livros e distribuí-los às escolas.

Se prefeitos e prefeitas compreenderem o quanto podem fazer e a diferença que efetivamente podem empreender incentivando a leitura em seus municípios daríamos passos largos na conquista de um país soberano, com políticos idôneos, governantes qualificados e povo desenvolvido.

Não é difícil. Basta querer. Não precisa nem mesmo mudar o discurso e as promessas feitas na campanha de melhorar a saúde, dar qualidade à educação, diminuir impostos, aumentar investimentos…

 

*João Palma é o idealizador da mobilização nacional pela leitura diadelertododia

O homem samambaia (rico come cada coisa)

Daniel Thame

 

daniel charge cuba zapTV Cabrália, início da década de 90. O recém inaugurado Hotel Transamérica, na paradisíaca (que certa feita um repórter da emissora confundiu com afrodisíaca, sabe-se lá porque) Ilha de Comandatuba, recebia famosos e endinheirados de São Paulo, Rio e Brasília.,

A gente tinha um esquema lá, que sempre que chegava alguém famoso era avisado. Para uma tevê regional, era uma festa entrevistar personalidades que só apareciam na então monopolista Rede Globo.

Os vips sentiam a nossa empolgação e quase sempre colaboravam, dando entrevistas para a Cabrália como se estivessem falando para o mundo. A gente fazia a gravação e ia almoçar no continente, porque a grana da diária não dava pra encarar um copo de água mineral no hotel, quanto mais um almoço.

Até que certa feita, fomos entrevistar o então governador de São Paulo, Orestes Quércia, que descansava no hotel com a família.

Político não pode ver um microfone, seja ele a BBC, seja ele do serviço de alto falante de Potiraguá.

E deu uma longa entrevista, que a gente poderia usar durante uma semana nos telejornais. Encerrada a gravação, Quércia convidou a equipe para almoçar.

Para quem iria pegar um rango mulambento, aquilo era o que se pode chamar de convite irrecusável.

Não recusamos. O almoço, como se previa, era um banquete. Todo tipo de saladas, pratos frios, pratos quentes, sobremesas. De se lamber os beiços.

Na equipe, havia um auxiliar de cinegrafista (função que hoje nem existe mais), sujeito simples, gente boa, que ficou observando como as pessoas se serviam, pra não passar vergonha.

O excesso de cuidados não evitou que ele, na hora de colocar a salada no prato, pegasse um vistoso pedaço de samambaia, que obviamente foi colocada na mesa como decoração. A gente percebeu, mas ninguém teve coragem de falar nada. Foi um milagre conter o riso.

O almoço estava uma delícia e todo mundo se fartou. Quércia foi muito simpático e fez questão de convidar a gente pra voltar outro dia, o que era apenas gentileza, não era pra valer.

Quando a equipe entrou na balsa pra pegar o carro e voltar pra Itabuna, o auxiliar de cinegrafista, exibindo o ar de felicidade de quem acabara de ser apresentado ao paraíso, saiu-se com essa:

-Almoço bom da porra! Só não gostei daquela salada. Rico tem cada gosto estranho.

Quase trinta trinta anos depois, tem gente que dá um braço para comer uma tal de Mulher Samambaia.

Bahia e China assinam acordo de cooperação para desenvolvimento do Sul do estado

rui chineses 2 (2)

O governador Rui Costa recebeu uma comitiva chinesa no Palácio de Ondina, em Salvador, para tratar de relações comerciais, nesta sexta-feira (14). Durante a reunião, que foi o resultado da visita do governador à China, em 2016, foi assinado um memorando de cooperação entre a Free Trade Zone Tianjin e a ZPE de Ilhéus.

rui chineses 2 (1)

A reunião com os chineses teve ainda o objetivo de promover o intercâmbio de cooperação econômica e comercial visando a prosperidade e desenvolvimento comum, além de fortalecer laços de amizade e parcerias comerciais. Participaram também do jantar o vice-governador e secretário da infraestrutura, João Leão, e os secretários da Casa Civil, Bruno Dauster, e do Desenvolvimento Econômico, Jaques Wagner. (Fotos: Mateus Pereira/GOVBA)

Festival do Chocolate ajuda a manter boa média de ocupação na rede hoteleira de Ilhéus

Festival do Chocolate 2

Eleita por especialistas como um dos melhores destinos de lazer, negócio, gastronomia e entretenimento no Brasil, Ilhéus é uma das cidades mais importantes no cenário do turismo baiano. O município possui uma rede hoteleira com aproximadamente 9 mil leitos, que vão desde empreendimentos de luxo a simples albergues. No mês passado, a excelente quantidade de visitantes refletiu na média de ocupação dos hotéis e pousadas, que registraram índice médio de 80 por cento de ocupação, segundo dados da Secretaria Municipal de Turismo e Esporte (Setur) e empresários do setor hoteleiro.

A alta ocupação vem sendo atribuída aos grandes eventos que ocorreram na cidade, como os Festejos Juninos e as programações do Dia da Cidade. Ilhéus também sediou a 107ª Assembleia Geral Ordinária (AGO), da Convenção das Igrejas Assembleias de Deus na Bahia (Ceadeb) que reuniu 4 mil convencionais, movimentando toda a rede hoteleira, restaurantes e o comércio em geral, trazendo ganhos econômicos significativos para a cidade.

Festival do Chocolate 1

Durante os próximos dias, a cidade sediará o 9º Festival Internacional do Chocolate e Cacau, evento de agronegócio, turismo e gastronomia que pretende atrair cerca de 50 mil visitantes, de acordo com os organizadores do evento. O secretário Roberto Lobão, disse que Ilhéus vive um momento bom no cenário turístico e que os eventos na cidade dão estímulo à geração de emprego e renda, mexendo com a cadeia produtiva local. “Estamos consolidando a cidade com o cenário nacional de eventos. Recentemente uma empresa de aviação requisitou nosso material para divulgar nossa potencialidade nas suas publicações. No mês passado, a Folha de São Paulo publicou um recorte das nossas mídias digitais”, comemorou.

O Festival acontece no Centro de Convenções e atrairá visitantes de vários estados e países. O evento será realizado de 20 e 23 de julho e apresentará toda a cadeia produtiva do cacau ao chocolate, com os melhores chocolates de origem do Brasil, além de workshops, fórum, exposição, visita às fazendas de cacau entre outros. “Além de movimentar o turismo e a matriz econômica regional, o festival estimula a formatação de novos negócios, verticaliza a produção do cacau agregando valor desde a amêndoa até a produção do chocolate. Talvez seja o principal evento da região, se não for um dos principais eventos do estado, pela mídia gerada e pelo fluxo que ele consegue promover.”, avalia o idealizador e coordenador do Chocolat Bahia, o publicitário Marco Lessa.

Empresários chineses visitam Ilhéus e assinam acordo para investimentos na Bahia

chineses ilheus 2 (1)Empresários chineses e autoridades do comércio externo da China estiveram nesta sexta-feira (14) em Ilhéus para conhecer a Zona de Processamento de Exportação (ZPE) e o Porto de Malhado, interessados na construção de mecanismos que possibilitem a vinda de empresas da China para a Bahia. Ainda em Ilhéus, foi assinado um memorando de cooperação entre a Free Trade Zone Tianjin e a ZPE de Ilhéus. O evento o diretor-geral da Comissão de Comércio, Znhang Aiguo, disse ter “certeza de que faremos [Tiajin e Bahia] bons negócios no futuro”.

Tianjin, que fica na região nordeste da China, é a terceira plataforma exportadora mais importante do país e uma das maiores comunidades econômicas depois de Xangai e Pequim. A sua área de Desenvolvimento Econômico-Tecnológico serve de base praticamente para todos os polos industriais, comerciais e financeiros da região.

chineses ilheus 3 O secretário estadual da Casa Civil, Bruno Dauster, que representou o governador, afirmou que “Rui Costa definiu como prioridade de captação de investimentos trabalhar junto aos chineses no sentido de trazer indústrias daquele país para o sul da Bahia.  Durante a viagem até Ilhéus conversei com o presidente da zona franca de Tianjin na China, Gai Jian, que é uma das autoridades mais importantes do governo Chinês na área agrícola, e vimos possibilidades de trazer para o sul da Bahia, para a Zona Franca de Ilhéus,  indústrias de transformação de várias áreas e vimos também que, em breve, com a Fiol entrando em operação, isso será um grande facilitador da chegada dos grãos lá do oeste até aqui para receber beneficiamento nas industrias em Ilhéus, bem como outros tipos de indústrias do setor de transformação e de energia. Tianjin juntamente com Xangai e Pequim, formam os três mais importantes centros econômicos da China.” Ainda segundo Bruno Dauster, “desenvolvimento só se faz com muito trabalho, com muito esforço. Este encontro está permitindo visualizar cada vez com mais clareza que em breve poderemos ter a concretização da Fiol, a construção do Porto Sul e do Aeroporto Internacional de Ilhéus”.

chineses ilheus 4 O vice-governador João Leão, um dos articuladores das conversas com os empresários e o governo de Tianjin no sentido dessa aproximação com a Bahia, embora não tenha podido estar presente aos eventos em Ilhéus, considerou “muito importante esta visita das autoridades e empresários de Tianjin a Bahia. Ilhéus e todo sul do nosso estado tem um potencial muito grande. Temos obras importantes de infraestrutura em andamento a exemplo da Fiol, temos a ampliação do aeroporto, em breve teremos o Porto Sul, estamos trabalhando para construir a ponte do desenvolvimento, ligando Salvador à Ilha de Itaparica. Temos a iniciativa empresarial de implantação da ZPE e o nosso governador Rui Costa vem realizando um governo que coloca o desenvolvimento do interior da Bahia em primeiro plano. Estou otimista quanto aos bons resultados que teremos nas relações da Bahia com a China”.

Para Paulo Guimarães, superintendente da SDE, “a região de Ilhéus tem um potencial enorme para receber novos investimentos. A vinda desta comitiva da China com autoridades e empresários que operam o maior parque de ZPE do mundo pode trazer empresas de grande porte para a região sul da Bahia. A assinatura do protocolo de cooperação entre as ZPE’s daqui e de Tianjin ampliará esta possibilidade”.

chineses ilheus 2 (2) O secretário Vivaldo Mendonça, da Secti, disse que “este trabalho realizado pelo governador Rui Costa e o vice-governador João Leão, de captação de investimentos para trazer mais desenvolvimento a Bahia, será responsável por um futuro melhor para todo o estado”.

O presidente da ZPE de Ilhéus, empresário Otávio Pimentel, afirmou que “nós já temos hoje a lei que já beneficia as exportações. Com as ZPE’s nós deixamos de exportar só commodities e podemos multiplicar em mais de mil vezes a produção industrial baiana mineral e vegetal. Será um grande salto para o futuro exportarmos produtos manufaturados”.

A delegação da China veio composta por Zhang Aiguo, diretor-geral da Comissão de Comércio de Tianjin, Cai Qingfend, assessor do diretor-geral do Porto de Tianjin, Gai Jian, oficial da Comissão de Comércio, Mu Shengjun, chefe de divisão da Comissão de Comércio de Tianjin; Yin Bin, oficial da comissão de Comércio de Tianjin; Shao Weitong, primeiro secretário da Embaixada da China no Brasil, e Margarida Xu, vice presidente da Associação e Plataforma Intercontinental.

Patrulha do Som atua nos bairros de Itabuna

psomA Operação Patrulha do Som, realizada pela Prefeitura Municipal de Itabuna através de um trabalho de parceria entre o Departamento de Indústria e Comércio da Secretaria de Sustentabilidade Econômica e Meio Ambiente, Secretaria Municipal de Segurança, Transporte e Trânsito (Sesttran), Guarda Civil Municipal (GCM) e Polícia Militar, segue sendo realizada neste final de semana nos bairros da cidade.

Nesta sexta-feira e sábado (14 e 15) as ações começam a partir das 21 horas, e no domingo (16), a partir das 19 horas. De acordo com relatório do Departamento de Indústria e Comércio das últimas ações da Patrulha do Som realizada entre os dias 07 e 09 de Julho, neste período foram apreendidos dois veículos, sendo um deles por ausência de documentos.

Além disso, foram emitidos três avisos de infrações em bares por ausência de alvará de funcionamento, de extintor de incêndio e sonoridade excessiva, e emitido um aviso de infração em uma casa de eventos no bairro de Fátima por ausência de alvará e som excessivo. Seis residências também receberam notificações, além de um colégio, por sonoridade excessiva.

A Patrulha do Som atende as denúncias feitas pelos cidadãos no que se refere aos casos de estabelecimentos comerciais, veículos, residências, entre outros que estiverem incomodando a população com som excessivo e em horário fora do permitido. Denúncias podem ser feitas pelo telefone celular (73) 9 8819-6970.

Rui entrega rodovia e realiza ações para a agricultura familiar em América Dourada

amrica 3O município de América Dourada, no centro-norte baiano, recebeu melhorias na área de mobilidade urbana e investimentos para a agricultura familiar. Em visita à cidade, nesta sexta-feira (14), o governador Rui Costa inaugurou o trecho de 7,1 quilômetros de pavimentação da BA 052, no trecho do distrito de Prevenido. Rui ainda autorizou convênio do Bahia Produtiva para beneficiamento de mel e entregou mais de seis mil Certificados de Cadastro Ambiental Rural (CAR) para seis municípios da região.

Com investimento de mais de R$ 1,5 milhão, a rodovia vai beneficiar 46 mil habitantes do município e região, com um tráfego diário de 350 veículos. De acordo com o governador, esta é uma demanda antiga da população, que agora terá mais conforto e segurança. “É possível ver a alegria dos moradores com esta entrega. Aqui é uma região que tem grande potencial de produção, o que aumenta a importância de estradas conservadas para o escoamento de produtos, além de facilitar o dia a dia de quem circula pelo trecho.

Bahia Produtiva

america 2Rui autorizou a Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) a celebrar o convênio do Programa Bahia Produtiva com a Associação de Desenvolvimento Rural e Agropecuário de Prevenido, selecionada no edital de apicultura. O investimento de mais de R$ 170 mil vai beneficiar diretamente 30 famílias, com a implantação da unidade de beneficiamento do mel para os produtores.

O representante da associação com sede no distrito de Prevenido, Ivanildo Firmino, explica que a unidade de beneficiamento vai ter um impacto direto na produção. “Vai melhorar a produção e as nossas condições de trabalho, o que acaba por agregar valor aos produtos e gerar mais renda para todas as famílias da associação. A gente fica muito grato porque vai ser um benefício muito grande. Com esse apoio, nossas vidas certamente vão melhorar bastante”.

CAR

america 1Receberam os Certificados de Cadastro Ambiental Rural (CAR), por meio da Secretaria do Meio Ambiente (Sema), os municípios de América Dourada (604 cadastros); Cafarnaum (908 cadastros); Central (765 cadastros); Ibititá (1115 cadastros); Presidente Dutra (811 cadastros) e São Gabriel (1803 cadastros). O documento é um registro público eletrônico de âmbito nacional, obrigatório para todos os imóveis rurais, a fim de integrar as informações ambientais das propriedades e posses rurais.

“Esta é uma iniciativa do Governo do Estado para ajudar os agricultores a estarem regularizados. A lei exige o certificado, então, já emitimos, através de contrato, mais de 100 mil. Até dezembro, chegaremos a 200 mil cadastros. A meta para o próximo ano é chegarmos a 400 mil agricultores com os certificados em mãos”, explica o governador.

O objetivo do cadastro é compor uma base de dados para controle, monitoramento, planejamento ambiental e econômico e combate ao desmatamento. A partir de dezembro de 2017, a inscrição no CAR será necessária para a concessão de crédito agrícola pelas instituições financeiras. (Fotos: Pedro Moraes/GOVBA)

Temer, ratos

Abertura do IV Festival Gastronômico em Itacaré reúne sabores e cultura local

tono gastroEm uma noite de expectativa e muitos sabores, o IV Festival Gastronômico de Itacaré teve início nesta quinta-feira, dia 14, na Orla da cidade. Com o tema “Sabores de Itacaré”, a abertura reuniu centenas de pessoas entre moradores, visitantes, empresários, parceiros, autoridades regionais  e convidados..

Apontado como um dos melhores festivais gastronômicos da Bahia, o evento, realizado pela Prefeitura de Itacaré, conta com a participação de 30 restaurantes da cidade e com uma programação cultural cheia de atrações.

A apresentação do projeto de fortalecimento da agricultura familiar, bares e restaurantes locais foi realizada pelo prefeito, Antônio de Anízio, que na oportunidade destacou a emoção pelo sucesso do festival, que há quatro anos faz história no município em reunir sabores, bom preço e música em um só local.

“É uma oportunidade impar para que nossa cidade sinta essa energia maravilhosa. Estou falando como nativo dessa terra e me sinto honrado em ver agregado os grandes chefes com os nossos produtores rurais, onde estamos dando uma visibilidade ao turismo de base comunitária. Agradeço ao emprenho da Secretaria Municipal de Turismo e a todos os colaboradores pelo sucesso desse evento, que já faz parte do calendário de programação do município”, expressou o prefeito.

Read the rest of this entry »

Fundação Pedro Calmon lança concurso “Escritores Escolares”

escritA Fundação Pedro Calmon/SecultBa, através da Diretoria do Livro e Leitura (DLL),  lançou o IV Concurso para Escritores Escolares de Poesia e Redação que está com inscrições abertas até 28 de julho de 2017, voltado para estudantes do ensino fundamental I, II e ensino médio  – de escolas públicas e particulares de todo o estado.

Cada estudante pode se inscrever com apenas um poema ou uma redação ? ficcional ou não – inédita e de tema livre. Este ano os estudantes vão concorrer a notebooks, tablets, leitores de livros digitais e kits livro. Para saber mais informações acessar o site da Fundação Pedro Calmononde também podem ser encontrados a ficha de inscrição, o regulamento, os textos premiados nos anos anteriores e dicas de escrita criativa.

As inscrições serão feitas – presencialmente – na sede da Fundação, em Salvador, de segunda a sexta-feira, no horário das 09h às 12h e das 14h às 17h30 devendo ser protocoladas na sede da Fundação Pedro Calmon, no endereço: Av. Sete de Setembro, 282, Edf. Brasilgás, sala 09, 4º andar, Centro, Salvador (BA), CEP: 40.060-001, ou por via postal (enviadas pelos correios) com Aviso de Recebimento (AR) em envelope lacrado.

Rui entrega rodovia recuperada e entrega certificados a agricultores da região de América Dourada

Nesta sexta-feira (14), o governador Rui Costa visita o município de América Dourada onde, às 10h40, entrega a recuperação da BA-052 no trecho até o distrito de Prevenido e faz a entrega simbólica de 6.006 certificados do Cadastro Ambiental Rural (CAR) de produtores dos municípios de Cafarnaum, Central, Ibitita, Presidente Dutra, São Gabriel e América Dourada.

Durante o evento, que acontece na Praça João Neri de Barros, no Distrito de Prevenido, Rui autoriza a Secretaria de Desenvolvimento Rural a firmar convênio no âmbito do Programa Bahia Produtiva com a Associação de Desenvolvimento Rural e Agropecuário de Prevenido.

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
julho 2017
D S T Q Q S S
« jun   ago »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031