hanna thame fisioterapia animal
coronavirus 155 livros do thame

pets

Ibametro reprova 30% dos cronotacógrafos em Itabuna

crotaO Instituto Baiano de Metrologia e Qualidade (Ibametro), por meio da sua Agência Regional sediada em Itabuna, fez nova operação para fiscalização de cronotacógrafos em Itabuna. Dos veículos de grande porte (caminhões e ônibus) e aqueles utilizados no transporte escolar, 30% tiveram instrumentos de medição de velocidade e distância percorrida reprovados.

Segundo o Ibametro, de um total 126 cronos verificados, 38 estavam irregulares. A legislação estabelece a certificação compulsória do equipamento a cada dois anos. O instrumento é de uso obrigatório em veículos de grande porte, considerado peça fundamental no exame de perícia para investigar causas de acidentes nas estradas. A operação foi realizada de segunda a quarta (dias 22 a 24).

A ação foi coordenada pelo gestor da Agência Regional, Galileu Oliveira, e contou com o trabalho técnico do metrologista Crispim Maurício e Auxiliar José Raimundo dos Santos, além do apoio da Polícia Rodoviária Militar, com o Coronel Diógenes Câmara.

O diretor-geral do Ibametro, Randerson Leal, reforça que a fiscalização é importante para uma maior segurança nas vias públicas, contribuindo para a redução de acidentes. “O cronotacógrafo funciona como uma espécie de ‘caixa preta’ na detecção das causas de acidentes de trânsito, apurando responsabilidades. Isso porque o instrumento de medição registra a velocidade, o tempo e a distância percorrida pelo automóvel durante o deslocamento, sendo uma peça fundamental na investigação”, explica o gestor.

O Código de Trânsito Brasileiro determina o uso obrigatório do cronotacógrafo para os veículos que fazem transporte escolar, transporte de passageiros com mais de dez lugares e os de carga com peso brutal total superior a quatro mil, quinhentos e trinta e seis quilogramas. Os veículos de grande porte são os que mais estão ligados as estatísticas de acidentes com morte nas estradas do Brasil.

Incluindo operação semelhante realizada em abril, a Regional de Itabuna fiscalizou um total de 221 cronotacógrafos, reprovando 67 instrumentos. Outros 154 equipamentos foram aprovados.

Imprimir Imprimir | Enviar Enviar

Dê seu voto:

Leave a Reply

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
maio 2017
D S T Q Q S S
« abr   jun »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031