hanna thame fisioterapia animal
coronavirus 155 livros do thame

Archive for dezembro 17th, 2016

Caetano Veloso – Podres Poderes

Secretaria da Educação lança edital de R$ 16 milhões para a compra de alimentação da agricultura familiar

alimentaA Secretaria da Educação do Estado lança, na manhã desta segunda-feira (19), a primeira chamada pública para a aquisição de produtos oriundos da Agricultura Familiar para a alimentação escolar. Serão destinados R$ 16.353.354,05, referentes a repasses do FNDE/PNAE e do Tesouro Estadual, correspondentes a 100 dias letivos. O lançamento seráno Centro Estadual de Educação Profissional (CEEP) Áureo de Oliveira Filho, no bairro de Santa Mônica, em Feira de Santana, com as presenças do governador do Estado, Rui Costa, e do secretário da Educação, Walter Pinheiro.

Para Pinheiro, esta chamada pública é extremamente importante para o desenvolvimento socioeconômico e ambiental dos 27 Territórios de Identidade da Bahia. “Este é um desafio que assumimos para cumprir, pela primeira vez, a Lei nº 11.947/2009. Esta lei determina que pelo menos 30% dos recursos destinados para a alimentação escolar sejam destinados à Agricultura Familiar”, afirma Pinheiro.

O secretário destacou outros benefícios da iniciativa. “Portanto, estamos contribuindo para um cardápio regionalizado, agregando maior qualidade aos alimentos consumidos por nossos estudantes e, principalmente, injetando dinheiro em cada município, na Agricultura Família, gerando renda para os agricultores”, afirma Pinheiro, ao acrescentar que outra chamada pública será divulgada totalizando recursos da ordem de R$ 32 milhões para a Agricultura Familiar.

A ação tem o apoio da Secretaria de Desenvolvimento Rural do Estado.

“Estelionato sentimental”: crime ou abuso de confiança?

Débora Spagnol

debora-2O dinheiro está de tal forma enraizado ao nosso cotidiano e por vezes é tão banalizado que sequer nos damos conta do quanto esse assunto é complexo. Da escolha da profissão até a forma de poupança, do valor do tempo até as escolhas amorosas,  quase todos os aspectos de nossa vida restam sedimentados no poder financeiro.

Karl Marx, em sua famosa obra “Capital”, introduziu o conceito de “fetiche da mercadoria”, ou seja: as pessoas são coisas, às quais é atribuído um valor simbólico, sendo a conduta humana precificada numa espécie de liberdade sem princípios. Nosso valor humano transmuta-se em valor de mercado e quanto maior nosso preço, melhor. Somos limitados tão somente pela falta de dinheiro: é assim que o mercado funciona.

Simpatizo com os conceitos de Freud, que com maestria abordou sobre o significado do dinheiro em nossa vida emocional. Segundo o pai da psicanálise, no nosso inconsciente o dinheiro, a exemplo do pênis, possui qualidade “fálica”, isto é: ambos são representantes do poder. A eles atribuímos o poder de preencher, de completar, de remediar o que nos falta, além, logicamente, de comprar, consumir, seduzir e conquistar.

Read the rest of this entry »

Rui assina convênio inédito na América Latina com líder humanitário indiano

guru-1O governador Rui Costa e o líder humanitário e espiritual Sri Sri Ravi Shankar, fundador do Arte de Viver, assinaram, na tarde desta sexta-feira (16), na Governadoria, um acordo de Cooperação Técnica entre o Governo do Estado e a Associação Cultural, Educacional e Social Arte de Viver. O convênio é inédito na América Latina e tem o objetivo de promover capacitação para policiais militares das diversas unidades da corporação.

guru-3“A assinatura deste convênio é apenas o ponto de partida para que possamos multiplicar as técnicas de redução de estresse dentro da corporação. Inicialmente, vamos implantar um projeto piloto nas Bases Comunitárias de Segurança para depois expandir para outras áreas de atuação da Polícia Militar”, afirmou o governador Rui Costa.

O curso que será oferecido aos policiais inclui técnicas de respiração e de gerenciamento do estresse, baseado na dinâmica “Sudarshan Kriya”, que tem nove horas de duração. Realizado em três dias consecutivos, os policiais militares aprenderão técnicas para melhorar o trabalho em equipe e o ambiente coorporativo, técnicas de resolução de conflitos, harmonização da relação interpessoal, também em técnicas de respiração e de gerenciamento do estresse.

O Departamento de Promoção Social da PM, responsável por desenvolver ações de valorização e cuidados com o público interno, vai articular ações com a organização Arte de Viver, que atua em 156 países, para que a técnica seja expandida para as diversas unidades da Polícia Militar.

 

Quase Ontem: filme dirigido por itabunense vence Festival Celucine

quaseO itabunense João Vitor Niella foi o vencedor do 7º Festival Celucine de Micrometragens com o curta Quase ontem. A premiação ocorreu na noite desta quinta (15), no Rio de Janeiro (RJ). A obra dirigida por João Niella concorreu com produções de todo o país.

Patrocinado pela Certisign e RioFilme e promovido pela Associação Revista do Cinema Brasileiro, o festival premia obras nas categorias ficção, documentário e animação. João explica que o curta Quase ontem venceu numa categoria especial, retratando 1996.

– Resolvemos contar a história de uma pessoa em situação de rua que, ao passar por sua antiga casa, rememora o tempo em que ali morava e foi agredido pelo seu pai por ser homossexual. Falamos de uma realidade que não está apenas no passado, a invisibilidade social, a agressão à mulher e ao homossexual, a desumanidade dos mais próximos – disse João ao PIMENTA.

A equipe da produtora Cariobá (fusão de carioca e baiano, explica) retratou no curta uma família de 1996. “Quase ontem fala de um passado muito presente e próximo de todos nós e que, em alguns momentos, fingimos ou preferimos não ver. Todos os pesadelos desse personagem são rememorados. Tudo aquilo para ele é um eterno quase ontem”, diz o diretor e roteirista já explicando como surgiu o título da obra.

João diz que a vitória no festival nacional é coletiva. “É da equipe de gente do bem e com muita garra para fazer o melhor e que aceitou embarcar nessa história emocionante”, diz o filho dos também itabunenses Solon Cerqueira e Ana Niella.

Quase ontem tem produção de Luciana Vilela (carioca que dá parte do nome à Produtora Cariobá) e João Niela. Evandro Tavares responde pela direção de fotografia, câmera e edição, enquanto Victor Silva trabalhou como assistente de fotografia. Luciana, além de contracenar e produzir Quase…, também é responsável pela direção de arte e maquiagem. João Niella assina roteiro e direção. O elenco do curta tem Aldebaran Oliveira, Alessandra Cardoso, João Niella e Thayane Abreu. (do Pimenta)

Encerramento do Movimento de Ocupação

 Nota de Esclarecimento da Reitoria à Comunidade Acadêmica

Informamos à Comunidade Acadêmica que, com o encerramento do movimento de ocupação da UESC, haverá o retorno imediato as atividades letivas, conforme previsto em Calendário Acadêmico 2016 em vigor, aprovado pelo CONSEPE , que prevê os dias de 19 a 23 de dezembro de 2016 e 2 a 10 de janeiro de 2017 como período letivo.

Considerando que a interrupção do período acadêmico de graduação alcançou 44 dias letivos (contados de 25 de outubro até 17 de dezembro), nos próximos dias, as Pró-Reitorias, Secrege, Departamentos e Colegiados envidarão esforços para elaborar a proposição de novo calendário acadêmico a ser submetida ao CONSEPE, em reunião extraordinária, a ocorrer nos dias iniciais de janeiro de 2017. A minimização dos prejuízos à Comunidade Acadêmica, em especial aos concluintes, bem como o respeito aos interesses institucionais e da sociedade nortearão os trabalhos, na firme expectativa da melhor decisão colegiada.

Defendendo, por princípio, o diálogo democrático e o reconhecimento de que estudantes universitários estão em processo formativo, honrando o compromisso que sempre norteou a relação respeitosa, bilateral, entre esta Reitoria e o Diretório Central dos e das Estudantes, reconhecendo ainda a representação legítima do segmento estudantil, reafirmamos o documento encaminhado ao DCE no dia 24 de novembro, contendo a formalização das proposições e considerações da Administração Superior da Universidade sobre as demandas internas.

A Administração Superior reitera a sua atuação responsável no exercício da autonomia universitária e defesa da competência dos Conselhos Superiores, preservando o compromisso de manter a qualidade das atividades de ensino, pesquisa, extensão e da assistência estudantil, em prol da missão institucional e do interesse público.

Ilhéus-Bahia, em 16 de dezembro de 2016.

Administração Superior da Universidade Estadual de Santa Cruz

 

Em 2017, a rua é o nosso lugar

Cedro Silva

cedro2016: ano em que a classe trabalhadora foi para as ruas dizer “não ao golpe e nenhum direito a menos”. O ano em que a direita golpista rasgou a constituição cidadã e atropelou a democracia. Mas, o que é importante dizer é o seguinte: o ano acabou, mas não encerra as lutas.

Um ano que jamais esqueceremos. Um ano que nós, representantes da classe trabalhadora em todo o país, iremos cobrar a fatura com todas as correções. Não aceitaremos os retrocessos impostos, somos a classe trabalhadora que construiu cada capitulo da história deste país; seja em prol das lutas da causa operária, do movimento negro (contra racismo e segregação racial), no movimento estudantil, o movimento de trabalhadores do campo, movimento feminista, movimentos ambientalistas, da luta contra a homofobia, separatistas… entre outros. Mesmo com tantas lutas no “currículo”, sangue, suor e lágrimas empreendidos para eleger um projeto da classe trabalhadora e alcançar o mínimo de direitos e políticas sociais, o ano de 2016, infelizmente, consolidou-se como o ano do Golpe!

Em 2016, construímos uma identidade para a luta e defesa dos interesses da classe trabalhadora em meio aos golpes que sofremos. Seguimos sem retroceder, ocupamos as ruas e cada espaço na mente e coração das pessoas que não tinham conhecimento do abismo que o país caminharia.  Reagimos! E por termos reagido, agora, temos a convicção de que este governo ilegítimo, golpista e usurpador está com dias contados.  É apenas uma questão de tempo.

O que nos fortalece é a certeza de que o nosso principal instrumento de defesa sempre foi às ruas e sempre fez a diferença. Vozes nas ruas… Fomos centenas, milhares: Nas ruas!  Com o único objetivo: defender a democracia e lutar pela manutenção e ampliação dos nossos direitos.

Estamos convictos de que esta luta vai continuar ao longo de 2017, concentraremos todos os esforços para ajudar o país a voltar para os trilhos do desenvolvimento sem Temer e sua quadrilha de ministros e políticos corruptos. Sem STF, MP e PF, seletivos.

Confesso que ser portador da classe trabalhadora neste momento não é uma tarefa fácil! Tempos difíceis para comemorar e desejar um natal “em paz”. A nossa sorte é que estamos acostumados a sorrir em meio às guerras. Portanto, finalizamos um 2016 projetando um ano de 2017 repleto de lutas e vitórias! Vitórias para o Brasil, derrota para o golpismo.

Que venha 2017, porque já nos apresentamos para lutar!

 

Cedro Silva é presidente da CUT Bahia

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
dezembro 2016
D S T Q Q S S
« nov   jan »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031