hanna thame fisioterapia animal
livros do thame

Archive for setembro 14th, 2016

Dois novos empreendimentos reforçam cadeia produtiva da energia solar na Bahia

eoli-1Com a ampliação das atividades da italiana Enel Green Power, que já produz energia eólica no estado, e a implantação da Globo Brasil, a cadeia produtiva da energia solar se consolida na Bahia. O protocolo de intenções assinado pelo governador Rui Costa com a Enel, nesta quarta-feira (14), prevê a implantação de outro parque de energia solar no município de Tabocas do Brejo Velho, no Oeste baiano. Já o documento assinado também nesta quarta (14) com a Globo Brasil, primeira grande indústria de painéis solares do país, formalizou a implantação de uma fábrica de células voltaicas e, posteriormente, de painéis solares em Camaçari.

eoli-2Juntos, os empreendimentos representam investimento de mais de R$ 600 milhões e devem gerar 650 empregos diretos e 11 mil indiretos. Para o superintendente de Promoção de Investimento da Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado (SDE), Paulo Guimarães, os protocolos promovem dois benefícios sociais importantes. “Primeiro porque teremos necessidade de formar mão de obra e segundo porque, como os parques serão implantados no semiárido, nós teremos geração de emprego e atividade econômica nessa região. Os parques pagam um valor ao proprietário e um pequeno produtor que não conseguia tirar regularmente muito proveito da terra passa a ter uma renda fixa”.

Guimarães avalia que, para que o potencial baiano possa ser explorado, é fundamental que haja investimentos na cadeia produtiva. “Isso viabiliza os parques, tornando mais competitivos os projetos a serem implantados, porque as energias renováveis agregam um valor tecnológico importante, a partir do momento em que os equipamentos são produzidos aqui. Existe sempre a possibilidade tanto das empresas quanto do Estado de desenvolver tecnologias que customizem os equipamentos para um melhor desempenho na região”

Read the rest of this entry »

Camacan: cacaueiro na porta de delegacia vira atração por `super produção`

GEDSC DIGITAL CAMERAUm único cacaueiro que foi clonado há pouco mais de três anos na porta da Delegacia  de Camacan, vem chamando atenção dos visitantes e produtores pela quantidade de frutos produzida na árvore. Com a chegada de uma safra,  , este pé de cacau em especial, é um divisor de águas, e está muito bem de produção, e o mais admirável é que, não recebe atenção especial, nem os cuidados ou adubação adequada para ser tão promissor em quantidade de frutos em um único pé. Todos os galhos, copas e seu caule de alto a baixo, estão bem carregados com os frutos.

GEDSC DIGITAL CAMERA

O cacaueiro nunca recebeu uma poda, e seu único adubo, é a água da chuva e de uma torneira que fica próximo ao seu caule, dentro dos muros da delegacia, onde as pessoas entram para beber. Todas as galhas, copas e seu caule de alto a baixo, produzem bons frutos.

Nesta safra, o  cacaueiro que produziu pouco mais de 100 frutos, já se transformou em uma atração do local, porque a árvores se adaptou perfeitamente em um local improvável para a produção tão farta e pujante e em local praticamente inóspito para o cacaueiro, pelo fato de ter sido plantado sobre o passeio de cimento. O cacaueiro é árvore tipicamente adaptada para a mata atlântica, mas o pé de cacau da delegacia pública de Camacan, vai contrariar todas as expectativas dos agrônomos da região do cacau. (do Blog O Tempo/Camacan)

Setembro Fashion no Jequitibá

Com a chegada do setembro o Jequitibá deu início ao mês que antecipa a coleção Alto Verão 2017. Os eventos serão encerrados dia 29, a partir das 19h30, com o tradicional desfile anual de moda que este ano recebeu a denominação de “Mundo Fashion Inpacto” devido à fusão dos eventos Mundo Fashion com o Tour de Moda Inpacto.

Segundo a programação o mês terá palestras, batalhas de looks, ilhas de moda e oficinas, com premiações bastante interessantes. As palestras, abertas ao público, serão realizadas em parceria com o Sebrae e acontecerão sempre as quintas-feiras, sendo limitadas a 150 inscrições, que deverão ser feitas através dos links disponibilizados no site “shoppingjequitiba.com.br”, abordando os temas “Inova Moda” (já realizada dia 8), a “Clínica Tecnológica Planeje a Próxima Coleção da sua Empresa”, dia 15 às 8h que acontecerá na Associação dos Lojistas, e “A Moda e as Novas Mídias Sociais”, dia 22, às 19 hs, no Lounge Calixto Midlej.

Fiol é incluída em programa de prioridade do Governo Federal

fiol-1

O modelo de negócio discutido pelo Governo do Estado junto aos investidores chineses e ao governo federal para a continuidade da construção da Ferrovia Oeste Leste (Fiol) foi aprovado. A obra agora é uma das prioridades do Programa de Parcerias de Investimento (PPI), do qual os técnicos entenderam ser viável a concessão do projeto, que tinha as obras realizadas pela Valec, mas que está paralisado.

Além de atender aos requisitos impostos pelo governo federal, o modelo foi discutido em março pelo governador Rui Costa em missão na China, e aprovado também pela China Railway Engeneering Group n.10 (Crec 10). “Recentemente, tivemos uma negociação em Xangai, que identificou o caminho de uma licitação para a subconcessão da Fiol e, em paralelo, para que se acelere a implantação do Porto Sul”, explica o secretário da Casa Civil, Bruno Dauster.

Obras da  Ferrovia de Integração Oeste-LesteCidade de BrumadoFoto: Elói Corrêa/GOVBA

Obras da Ferrovia de Integração Oeste-Leste, em  Brumado (fotos Elói Corrêa/GOVBA)

Dauster acrescenta que outros dois modelos foram descartados. Um deles transformaria o investimento privado em direito de passagem de carga na ferrovia, mas os chineses acharam que ele não oferecia segurança jurídica suficiente. O outro modelo se baseava na criação de uma empresa binacional entre a Crec 10 e a Valec.

“Mas identificou-se que havia resistência do ponto de vista do governo federal. Então, o Governo da Bahia fez uma proposta à Crec 10 para que se fizesse uma licitação da subconcessão por um período de 30 anos, por exemplo, com a obrigação de fazer um investimento e depois a exploração dessa subconcessão para haver o retorno”, afirma o secretário.

Viabilidade econômica

Bruno destaca que todo projeto precisa ter viabilidade econômica. “O projeto do Porto Sul e da Fiol tem sustentabilidade econômica, pela possibilidade da exportação de 18 milhões de toneladas de minério de ferro da Bamin, na região de Caetité, e outras toneladas da região de Brumado, além da exportação de grãos da região do Oeste da Bahia”. Segundo o secretário, há um protocolo de intenções assinado com os produtores de grãos do Oeste para a utilização da Fiol e do Porto Sul para as exportações.

“Com a viabilidade econômica proporcionada pelo minério de ferro e pelos grãos do Oeste, além da segurança da licitação de uma subconcessão, se reúnem as condições pela parte do governo federal para a ferrovia e pela parte do Estado para o porto, para que isso se consolide”, afirma Dauster.

O secretário destaca que “o próximo passo será receber em outubro uma missão com a presença do vice-presidente da Crec 10, aqui na Bahia e em Brasília, para apresentar uma proposta de modelagem e termos então a própria licitação. A partir daí, teremos o início das obras do Porto Sul e a continuação da Fiol, que poderá ser o início da Transoceânica, que vai ligar o Atlântico ao Pacífico”.

Governadores de 14 estados ameaçam decretar calamidade financeira

rui-meirelesGovernadores de pelo menos 14 estados do Norte, do Nordeste e do Centro-Oeste ameaçaram decretar situação de calamidade financeira, caso o governo federal não conceda a ajuda de R$ 7 bilhões para repor as perdas com os repasses federais. Por cerca de duas horas e meia, eles se reuniram com o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, e pressionaram pela concessão de um auxílio para compensar a queda de receitas. A Bahia está incluída neste movimento.

De acordo com os governadores, o objetivo é que os 14 estados soltem uma nota conjunta na próxima semana para alertar o governo federal. Caso a ajuda não seja concedida, eles pretendem decretar o estado de calamidade financeira, como o Rio de Janeiro fez em junho. Do Nordeste, apenas Ceará e Maranhão não tomariam a medida.

Pela proposta apresentada hoje, os governadores pediram a antecipação de R$ 7 bilhões de recursos da repatriação (pagamento de tributos sobre recursos mantidos no exterior) que entrarão nos cofres federais até o fim de outubro. Originalmente, os estados propunham que a ajuda fosse equivalente à queda total de R$ 14 bilhões nos repasses da União ao Fundo de Participação dos Estados em 2016 em relação ao ano passado.

Read the rest of this entry »

Sem acordo, greve dos bancários continua

greveEm reunião na tarde de ontem, a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) não apresentou proposta, e o Comando Nacional dos Bancários decidiu manter a greve da categoria. Em nota, a Fenaban confirmou não ter apresentado nova proposta aos bancários. Segundo a federação, a rodada de negociação discutiu possibilidades a serem avaliadas para um acordo.

Na última sexta-feira (9), a Fenaban ofereceu aos bancários reajuste de 7% nos salários e benefícios e abono de R$ 3,3 mil, a ser pago 10 dias após a assinatura do acordo. “A nova proposta resulta numa remuneração superior à inflação prevista para os próximos 12 meses, com ganho expressivo para a maioria dos bancários.”

Os bancários, no entanto, pedem reajuste de 14,78% (5% de aumento real, mais a correção da inflação), 14º salário e participação nos lucros e resultados de R$ 8.297,61, entre outras demandas.

A greve dos bancários começou terça-feira passada (6). Segundo o sindicato, 1.048 locais de trabalho mantiveram-se fechados nesta terça-feira em São Paulo e Osasco, e houve adesão de 39 mil trabalhadores ao movimento. Em Itabuna e Ilhéus, todas as agências estão fechados e o atendimento nos caixas eletrônicos apresenta deficiências. (da Agência Brasil)

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
setembro 2016
D S T Q Q S S
« ago   out »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930