hanna thame fisioterapia animal
prefeitura itabuna coronavirus 155 bom petiscos livros do thame

Trio que usava camisas da Policia Federal para roubar é preso

trio 2

Dois homens e uma mulher, integrantes de uma quadrilha que faz assaltos trajando camisas da Polícia Federal (PF), foram apresentados à imprensa, na tarde desta terça-feira (19), no auditório do edifício-sede da Polícia Civil, na Praça da Piedade. O bando é acusado de ter entrado e roubado a casa de um vereador, de Candeias, em abril deste ano, depois de apresentar um mandado da Justiça falso.

trio 1O líder da quadrilha Vítor Murilo Silva, sua companheira Jéssica Silva Montalvão, ambos de 22 anos, e o comparsa Leonardo Argolo Vasconcelo, 23, foram presos durante uma operação conjunta dos departamentos de Crimes Contra o Patrimônio (DCCP) e de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), na sexta-feira (15), numa casa, no Saboeiro.

No imóvel, os policiais apreenderam quatro conjuntos com camisas, calças e botas semelhantes aos usados pela PF, uma espingarda de calibre 38, uma pistola 380, um giroflex, 37 miguelitos, utilizados para furar pneus de carros, a quantia de R$ 155 mil, entre dinheiro e cheques, e um automóvel Fiesta, comprado com dinheiro roubado.

ROUBOS

A última ação da quadrilha foi o assalto a um estabelecimento comercial, em São Sebastião do Passé, na quinta-feira (14), de onde levaram o dinheiro do caixa. Investigações do Draco e DCCP indicaram que o líder do grupo e dois comparsas estavam escondidos no Saboeiro.

Já na residência do vereador, cinco homens, entre eles Vítor, usando roupas da PF e apresentando um mandado de busca e apreensão falso, entraram na casa do político e fizeram o roubo. A polícia continua as buscas aos outros integrantes.

A apresentação na sede da Polícia Civil foi conduzida pelo diretor do DCCP, delegado Moisés Damasceno, e pelo delegado Maurício Moradillo, do Draco, que deram detalhes da investigação que levou às prisões de Murilo, Leonardo e Jéssica.

Os delegados informaram que Jéssica ficava responsável pela contabilidade, enquanto Leonardo era o motorista da quadrilha. Há três meses, Vítor deixou o presídio de Lauro de Freitas, beneficiado com uma saída temporária. Ele não retornou mais à unidade.

Murilo, Leonardo e Jéssica foram autuados em flagrante por roubo e formação de quadrilha. Murilo também vai responder pela posse dar armas. Os três serão encaminhados ao sistema prisional.

Imprimir Imprimir | Enviar Enviar

Dê seu voto:

Leave a Reply

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
julho 2016
D S T Q Q S S
« jun   ago »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31