WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
hanna thame fisioterapia animal

universidade lasalle livros do thame




Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

agosto 2014
D S T Q Q S S
« jul   set »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  


:: 14/ago/2014 . 15:51

Judeus sobreviventes do Holocausto condenam ataques de Israel a Faixa de Gaza

Um grupo composto de judeus que sobreviveram ao Holocausto divulgou nesta semana um texto de repúdio aos ataques do Exército israelense à Faixa de Gaza que, em 33 dias de ofensiva, causou a morte de quase dois mil palestinos. Segundo dados da ONU, a maioria das vítimas é composta por civis e, entre eles, mais de 400 eram crianças e 230, mulheres.

Além de sobreviventes diretos do Holocausto, também assinam o documento filhos, netos, bisnetos e outros parentes de vítimas do mesmo período. Os Estados Unidos também são criticados no documento por fornecerem meios que permitam que Israel continue o ataque. Outras potências ocidentais são lembradas, sem nomes citados, por usarem “seus pesos políticos” para proteger o Estado israelense de possíveis investigações e condenações em cortes penais internacionais.

Outro fator de preocupação que os sobreviventes destacam no documento é a crescente “desumanização dos palestinos na sociedade israelense”. Eles condenam o discurso de políticos do governo e de jornais do país que defendem a ideia de genocídio contra o povo palestino.

O texto é uma resposta a uma publicidade patrocinada pelo escritor e ativista judeu Elie Wiesel, vencedor do prêmio Nobel da Paz. Ela foi publicada nos principais jornais dos EUA e do Reino Unido e responsabiliza o Hamas pelas mortes de crianças palestinas na operação Margem Protetora do Exército israelense. O grupo busca doações para publicar o texto nas páginas do jornal New York Times.

Estado inaugura Centro Cultural Irmandade da Boa Morte em Cachoeira


O governador Jaques Wagner e o secretário de Cultura do Estado, Albino Rubim, inauguram nesta sexta-feira (15), às 9h, as obras de reforma do Centro Cultural da Irmandade da Boa Morte, em Cachoeira, no Recôncavo baiano. A data é o ponto alto das comemorações da festa de Nossa Senhora da Boa Morte e, no mesmo dia, a Secretaria de Cultura (Secult/BA) e o Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (IPAC) farão a entrega pública do livro bilíngue (inglês e português) sobre a Festa da Boa Morte.

Foram investidos R$ 848,9 mil na reforma do Centro Cultural, com recursos do Tesouro Estadual, e os serviços duraram cerca de um ano. As intervenções incluíram ações estruturais, com demolições e realização de novas construções, além dos serviços de climatização e renovação completa das instalações elétricas e hidrossanitárias.

Patrimônio Imaterial da Bahia

Através do Decreto Estadual 12.227 de 2010, a Festa da Boa Morte se tornou oficialmente Patrimônio Imaterial da Bahia. A manifestação da religiosidade popular acontece todos os anos na cidade de Cachoeira, no Recôncavo baiano. Conhecida mundialmente por ser uma das confrarias mais antigas e importantes do Brasil, a Irmandade da Boa Morte surgiu em Salvador no início do século XIX, transferindo-se para a cidade de Cachoeira por volta de 1820. Lá, se instalou numa casa de nº 41, chamada de Casa Estrela, local ainda hoje reverenciado pelas irmãs durante o trajeto da procissão. As irmãs revelam que a devoção surgiu vinculada a um pedido pelo fim da escravidão feito pelas africanas a Nossa Senhora da Boa Morte. A Irmandade é composta por mulheres descendentes de escravos com idade superior a 50 anos e que professam o sincretismo religioso.

 

Itabuna: novo prazo para pré-cadastro de mototaxistas

motoboysDentro de 30 dias, a Prefeitura de Itabuna vai abrir novo prazo para que profissionais do serviço de mototáxi façam o pré-cadastramento visando à de regularização.  Para efetuar o pré-cadastro na Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito (Settran), no período de 18 a 24 de setembro, o interessado deverá estar munido da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), categoria A, AB ou superior, Certificado de Registro e Licença do Veículo (CRLV) e o requerimento de vaga no pré-cadastro declarando o exercício da atividade, além de comparecer à Semana Nacional de Trânsito, que ocorrerá na Praça José Bastos.

O pré cadastro é etapa obrigatória para a concessão da permissão para explorar os serviços de transporte individual de passageiros e encomendas, em atendimento às exigências da Lei Municipal nº 2.260, de dezembro de 2013. “Já foi efetivado um cadastramento no mês de janeiro, quando 958 mototaxistas compareceram para a regulamentação. Mas, alguns profissionais não conseguiram acompanhar o cronograma. Por isso, a Settran disponibiliza essa oportunidade para os que faltaram”, afirma o chefe do Setor de Regulamentação dos Mototaxistas da Settran, Pedro Aracatibe

O diretor de Educação para Trânsito da Settran, Jorge Teles, explica que o pré-cadastramento acontecerá durante a programação da Semana Nacional de Trânsito para facilitar o acesso e fortalecer a realização dessa primeira etapa aos faltosos. “Lembramos que essa etapa é principal para a regulamentação da profissão. A partir do pré-cadastramento o mototaxista poderá cumprir as exigências quanto à documentação e padronização das motos”, afirma Jorge.

O mototaxista que não fizer o pré-cadastramento ficará impossibilitado de atuar no serviço de mototaxis em Itabuna. Visando orientar o procedimento, a Settran publicou na edição do Diário Oficial do Município nº 765, disponível no site da Prefeitura, o Edital de nº 05/2013, definindo um calendário a partir do final da placa da motocicleta.  A regulamentação filtra os profissionais, entre os mais de quatro mil motociclistas que atuam no setor, muitos de forma irregular; sem carteira de habilitação, certificado de registro ou licença do veículo. Mais informações: www.prefeituradeitabuna.com.br.

Mais de 2 toneladas de carne, avaliada em R$ 24 mil, são recuperadas

Uma carga de 2,6 toneladas de carne bovina, avaliada em R$ 24 mil, foi recuperadapor investigadores da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR), em um mercadinho, na Rua do Curió, Praia Grande, em Salvador. O volume foi desviado de um caminhão frigorífico, de uma empresa de abate e entrega, por quatro homens, entre eles, o dono do estabelecimento que comprou o produto por R$ 18 mil.

Pascoal Resende de Melo, de 23 anos, motorista do caminhão, Albert Bispo dos Santos Pereira, 21, e Ednelson Santos de Araújo, 31, ambos ajudantes de carga, além do dono do mercadinho, Afrodísio Borges dos Santos, 55, foram autuados em flagrante. Segundo a delegada Francineide Moura, titular da DRFR, o próprio Pascoal compareceu à unidade, na terça-feira (12), para prestar queixa de roubo, alegando ter sido rendido no Largo do Tanque por quatro indivíduos armados.

Feita a ocorrência, o caminhão passou a ser rastreado, sendo localizado no bairro do Uruguai, área que não pertencia ao roteiro planejado para o veículo naquele dia. Os policiais, em seguida, fizeram o mesmo trajeto e encontraram carga no estabelecimento de Afrodísio. Pascoal. Albert e Ednelson foram autuados por furto qualificado, enquanto Afrodísio responderá por receptação. A carga foi devolvida ao representante da empresa.



WebtivaHOSTING // webtiva.com.br . Webdesign da Bahia