hanna thame fisioterapia animal
prefeitura itabuna coronavirus 155 bom petiscos livros do thame

Archive for agosto 27th, 2013

Pronatec oferece 120 vagas para novos cursos em Ilhéus

O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), em parceria com o Serviço Nacional da Indústria (Senai) e a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social de Ilhéus (SDS), oferta 120 vagas para os cursos de Montador e Reparador de Redes de Computadores e Instalador e Reparador de Rede de Computadores. As inscrições estão abertas e só podem ser realizadas na sede da SDS (Rua Mário Alfredo, s/n, Conquista), no período das 8 às 12 horas.

Para efetuar a inscrição, o candidato deve ser maior de 18 anos e comparecer ao local portando os documentos originais de identificação. As aulas terão início no dia 14 de outubro e irão até o dia 15 de janeiro de 2014. Os alunos, que frequentam assiduamente as aulas,receberão uma bolsa-auxílio de R$ 8,00 diários para despesas com transporte e lanche, disponibilizados a cada 15 dias.

De acordo com o titular da SDS Jamil Ocké, é objetivo do município ampliar a oferta de cursos no próximo ano, em parceria com o programa, possibilitando mais qualificação aos cidadãos ilheenses.  “A nossa pretensão é criar em 2014, mil vagas nos cursos do Pronatec, para que adolescentes, jovens e adultos do nosso município possam obter uma melhor qualificação para ingressar no mercado de trabalho”.

O Pronatec foi instituído pela Lei Federal 12.513/11 e tem como objetivo principal oferecer oito milhões de vagas para cursos profissionalizantes, com prioridade, para estudantes de ensino médio da rede pública, trabalhadores e beneficiários de programas federais além de incluir famílias de baixa renda, pessoas inscritas no Sistema Nacional de Emprego (SINE) ou que estão em situação de Seguro-Desemprego.

 

Dizer o que dessa imbecil?

Policia prende três traficantes e apreende 72 kg de cocaína e crack na Bahia

Mais de 70 quilos de drogas, entre crack e cocaína, esta com alto teor de pureza, foram apreendidos na localidade Fazenda Cassange, próxima ao Centro Industrial de Aratu (CIA), durante operação policial em um sítio da região, quando uma guarnição da Operação Gêmeos capturou os traficantes Vanderlei Lopes dos Santos, de 30 anos, e Murilo Rodrigues da Silva, o “Japa”, 37. Na mesma ação também foi preso, em Brotas, Diógenes Souza Costa, o “Moica”, 23, que revendia a droga encontrada com a dupla.

Suspeitos de envolvimento em assassinatos, os três traficantes foram interrogados na 1ª Delegacia de Homicídios (DH/Atlântico). Na manhã desta terça-feira (27), o titular da unidade, delegado Marcelo Sansão, o delegado Márcio Vilas Boas, do Departamento de Narcóticos (Denarc), e o major PM Washington, comandante da Operação Gêmeos, apresentaram Vanderlei, Diógenes e o sergipano Murilo, além das drogas, à imprensa, no auditório do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), na Pituba.

O delegado Marcelo Sansão apurou que Murilo se dirigiu ao Sítio Fortaleza, na quarta-feira (21), com a intenção de pegar parte da cocaína, que se encontrava ali, e levar para Sergipe. “Investigamos se o grupo participa de algum esquema de tráfico interestadual”, informou o titular da DH/Atlântico, que autuou os três criminosos em flagrante por tráfico de drogas e associação ao tráfico. Suas prisões preventivas foram decretadas pelo Plantão Judiciário.

Além de 66 quilos de crack e seis quilos de cocaína, enterrados no sítio, havia no local um liquidificador industrial, cinco balanças de precisão, R$ 7,8 mil, um veículo Astra de placa HKR-9703, um Gol, de placa JQN-9442, 11 celulares, 11 garrafas de éter, duas garrafas de álcool etílico e dez garrafas de acetona. Na casa de Diógenes, em Brotas, os policiais apreenderam 25 ampolas de cocaína e R$ 500.

Ainda nas dependências do DHPP, os peritos do Departamento de Polícia Técnica (DPT) analisaram as drogas e constataram que a cocaína, por exemplo, apresentava alto teor de pureza. Com passagem pela polícia por tráfico e furto, Vanderlei é apontado como um dos líderes do bando. Ao perceberem a presença dos policiais no Sítio Fortaleza, na sexta-feira, outros três criminosos reagiram, trocando tiros, e conseguiram fugir por um matagal. Estão sendo procurados.

Geraldo Simões defende suspensão imediata de demarcação de área indígena e fim de conflito em Buerarema

O deputado federal Geraldo Simões defendeu nesta terça-feira (27) em pronunciamento no Congresso Nacional a revogação imediata do processo de demarcação de terras que a FUNAI realizou no Sul da Bahia, a reintegração de posse aos produtores que tiveram suas propriedades invadidas,  a instalação de um processo de negociação de soluções e a busca do fim do conflito, que inclua todos os afetados e suas representações.

Simões vem  reiterando em seus  pronunciamentos que o Sul da Bahia vive um conflito de terras, segundo ele “provocado por um mal conduzido processo de demarcação iniciado pela FUNAI, que reconheceu terras ocupadas há décadas por pequenos agricultores e inclusive terras urbanas, com área superior a 47.000 hectares, como terras indígenas”. “Se considerarmos terras indígenas todas as terras em que existiram comunidades indígenas em passado remoto, não só o Sul da Bahia deveria ser desalojado de sua população não indígena, como todo o País”, disse.

Para o deputado  “a aplicação rígida de um conceito de justiça histórica pode resultar em seu oposto e levar uma região ou mesmo um País a um grave conflito, que prejudique a todos e gere ainda mais injustiças”. “É necessário o bom senso,  instalar o diálogo e as negociações e buscar a solução que mantenha a paz e garanta o desenvolvimento. As determinações legais da Constituição de 1988 já são um parâmetro adequado e, se houvessem sido seguidas, seguramente a situação teria sido outra”, afirmou.

“A situação na região de Ilhéus, Buerarema e São José da Vitória é tão grave que, nos últimos meses aconteceram mais de 62 invasões de pequenas propriedades agrícolas, com vários incidentes de violência armada, incêndios, espancamentos, etc. A população rural vive sobressaltada”, alertou o deputado.

Há questão de duas semanas- apesar da chegada da Força Nacional na região, que se esperava, trouxesse tranquilidade – a situação agravou-se também nas áreas urbanas.

A cidade de Buerarema vive um clima de guerra. Em manifestação realizada na BR 101, quatro carros oficiais foram incendiados. A loja da Cesta do Povo foi saqueada duas vezes, casas e a agência dos Correios foram incendiadas, lojas e agências bancárias depredadas. Vários manifestantes foram presos acusados destes atos. Desde quarta-feira passada as aulas na cidade foram suspensas, afetando a mais de 3.600 crianças e jovens.

“A situação não pode seguir assim indefinida, com o conflito crescendo e ameaça de derramamento de sangue. E preciso encontrar uma solução adequada e pacífica que atenda a todos os interesses legitimamente envolvidos. A omissão só faz agravar o problema. A solução deve ser imediata e permanente”, finalizou Geraldo Simões.

 

 

Plano ABC é uma das alternativas para recuperação de pastagens

Eduardo Salles destaca Plano ABC na Bahiaare

A Bahia avança na política de redução de emissão dos gases de efeito estufa (GEE) e sai na frente com o lançamento do Plano Estadual ABC, junto com o do Plano Safra da Bahia. A primeira oficina de capacitação dos 150 técnicos que serão especializados nas tecnologias do Plano ABC vai acontecer entre os dias 27 e 29 de agosto, na sede da Ceplac, em Ilhéus. Esse treinamento contará com a participação de palestrantes de todo o país, com destaque para os pesquisadores da Embrapa Cerrados.

“Estamos atravessando a pior seca da história da Bahia, tivemos muitas perdas, inclusive das áreas de pastagens. O Plano ABC vem como uma alternativa para a recuperação dessas pastagens, com sustentabilidade e desenvolvimento das tecnologias de baixa emissão de carbono”, destaca o secretário da Agricultura, Eduardo Salles. Ele ressalta ainda que a produção sustentável é a melhor opção para aumentarmos alavancar a produtividade, sem causar prejuízos ao meio ambiente, além de apresentar taxas de juros atrativas e de fácil acesso.

Read the rest of this entry »

Governo da Bahia investe R$ 620 milhões em novos hospitais

Interatividade e saúde pública abrem o programa de rádio Conversa com o Governador desta terça-feira (27). Na edição, o governador Jaques Wagner responde ao internauta Jorge Américo Góes de Almeida e fala dos investimentos em saúde. O tema foi proposto por meio da fan page JaquesWagnerOficial no Facebook. Além da chegada de médicos, por meio do programa Mais Médicos, do governo federal, Wagner informa que os investimentos do Governo do Estado nessa área são de mais de 620 milhões.

“Nós construímos cinco hospitais, triplicamos o número de leitos de UTI, já entregamos 17 unidades de pronto atendimento, sendo 14 no interior e três em Salvador, e ainda temos a expectativa de novas unidades, ampliando assim a oferta de serviço, fora os 530 postos de saúde da família, que nós espalhamos pela Bahia inteira”, conclui o governador.

A adesão da Bahia, na quinta-feira (29), ao Programa Mulher Viver sem Violência, do governo federal, é outro assunto em destaque. “É mais uma adesão do Governo do Estado, de tal forma que a gente possa superar mais essa mácula que é a violência contra a mulher”, afirma o governador Jaques Wagner. Nesta edição, ele também comenta sobre a definição, na semana passada, da empresa que vai cuidar da linha do Metrô de Salvador.

Read the rest of this entry »

A foto que traduz uma vergonha brasileira

A foto acima diz tudo; um médico cubano negro, que chegou ao Brasil para trabalhar em um dos 701 municípios que não atraíram o interesse de nenhum profissional brasileiro, foi hostilizado e vaiado por jovens médicas brasileiras; com quem a população fica: com quem se sacrifica e vai aos rincões para salvar vidas ou com uma classe que lhe nega apoio?

Em nenhum país do mundo, os médicos cubanos estão sendo tratados como no Brasil. Aqui, são chamados de “escravos” por colunistas da imprensa brasileirae hostilizados por médicos tupiniquins, como se estivessem roubando seus empregos e suas oportunidades. Foi o que aconteceu ontem em Fortaleza, quando o médico cubano negro foi cercado e vaiado por jovens profissionais brasileiras.

Detalhe: os cubanos, assim como os demais profissionais estrangeiros, irão atuar nos 701 municípios que não atraíram o interesse de nenhum médico brasileiro, a despeito da bolsa de R$ 10 mil oferecida pelo governo brasileiro. Ou seja: não estão tirando oportunidades de ninguém. Mas, ainda assim, são hostilizadas por uma classe que, com suas atitudes, destrói a própria imagem. Preocupado com a tensão e com as ameaças dos médicos, o ministro Alexandre Padilha avisou ontem que o “Brasil não vai tolerar a xenofobia”.
Ontem, o governo também publicou um decreto limitando a atuação dos profissionais estrangeiros ao âmbito do programa Mais Médicos – mais um sinal de que nenhum médico brasileiro terá seu emprego “roubado” por cubanos, espanhóis, argentinos ou portugueses. Ainda assim, cabe a pergunta. Com quem fica a população: com o negro cubano que vai aos rincões salvar vidas ou com os médicas que decidiram vaiá-lo? (do Brasil 247)

MacDia Feliz vai fazer as crianças do GAAC mais felizes

Será realizado no próximo sábado (31) o MacDia Feliz. Em Itabuna, parte da venda da lanchonete Mac Donalds do Shopping Jequitibá será destinada ao Grupo de Apoio à Criança com Câncer, que realiza um excepcional trabalho de apoio aos pacientes e seus familiares.

Durante esta semana, um estande do GACC no Jequitibá comercializa produtos como camisetas e marca textos.

Vale a pena colaborar e até degustar um Mac. A causa é das mais nobres.

 

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
agosto 2013
D S T Q Q S S
« jul   set »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031