hanna thame fisioterapia animal
bahiagas livros do thame

Archive for agosto 12th, 2013

Aumenta aprovação da contratação de médicos estrangeiros no Brasil

Aumentou a aprovação à contratação de médicos estrangeiros no Brasil, uma das medidas previstas pelo programa do governo federal Mais Médicos, revela pesquisa Datafolha. Segundo o levantamento, feito entre quarta e sexta-feira da semana passada, 54% dos entrevistados são favoráveis ao projeto do governo federal de trazer médicos para trabalhar em regiões onde faltam profissionais de saúde.

No fim de junho, o índice de aprovação era de 47%. Da mesma forma, 48% eram contrários ao projeto na pesquisa de junho –agora, esse percentual caiu para 40%. O Datafolha fez 2.615 entrevistas em 160 cidades do país. A margem de erro é de dois pontos percentuais para cima ou

Classe Média – Max Gonzaga e Banda Marginal

O Sul da Bahia sofre com os ´bandíndios`

Cerca de 50 pessoas identificando-se como tupinambás invadiram ontem à noite (11) a Fazenda São José, na região do Maruim, em Una. João Sebastião, dono da propriedade, estava dormindo e foi surpreendido pelo bando com ordens para deixar a fazenda que possui 49 hectares de plantação de cacau.

O bando chegou à propriedade em aproximadamente 20 motos com foice, facão e arma de fogo nas mãos. No momento da invasão, apenas João Sebastião e dois funcionários estavam na fazenda e foram obrigados a deixar a propriedade.

Cancelas foram arrancadas e transformadas em fogueira para assar carne durante a noite. Móveis e animais sumiram da propriedade entre ontem à noite e a manhã de hoje. Os indígenas prometiam invadir outras propriedades.

O grupo invasor teria dado garantia a João Sebastião de que parte dos móveis e pertences poderiam ser levados na manhã desta segunda (12). Quando João retornou à propriedade, não havia mais nada. (com informações do Pimenta na Muqueca)

Nota do blog: a maneira com que os supostos tupinambás vem agindo deixa evidente que surgiu uma nova etnia na região: os ´bandíndios”.

Que é bom que se diga, nada tem a ver com os indígenas legítimos, que lutam, com toda a justiça, pelos seus direitos.

Cetep Itabuna forma primeiras turmas de Administração e Comércio

O Centro Territorial de Educação Profissional do Litoral Sul II, em Itabuna, realizou no final de semana a solenidade de formatura das primeiras turmas dos cursos técnicos em Administração e Comércio. A colação de grau, que aconteceu no auditório do Instituto de Cultura Espírita de Itabuna, diplomou 20 formandos e contou com as presenças do deputado federal Geraldo Simões, patrono das turmas, a  diretora da Direc 7 Rita Dantas e familiares e amigos dos novos técnicos em Comércio e Administração.

Falando em nome das turmas, o estudante Eudes Silva, que se formou em Administração, destacou que “somos jovens e temos um futuro belíssimo pela frente. Não vamos parar por aqui. Vamos em frente. O mundo exigirá mais um pouco de sacrifício  e nós somos capazes de novas conquistas”. “Sem dúvida alguma, estamos concluindo esse curso não apenas com um diploma profissional na mão, mas também com o caráter mudado, com uma visão melhor do futuro, com o pensamento político-ideológico construído”, disse Eudes.

A diretora da Direc 7, professora Rita Dantas, afirmou que a Secretaria Estadual de Educação “vem ampliando a oferta de cursos técnicos profissionalizantes, capacitando os jovens para o mercado de trabalho e preparando-os para as novas oportunidades que estão surgindo no Sul da Bahia”. “Essa primeira turma de Administração e Comércio do Cetep é formada por vencedores e essa é a primeira de muitas conquistas”, ressaltou a professora Rita Dantas.

“A educação é um fator primordial para a melhoria das condições de vida das pessoas, porque abre as portas para o emprego e a geração de renda. O Governo da Bahia, ao investir em cursos profissionalizantes, abre novos caminhos para os jovens”, disse o deputado federal Geraldo Simões. Ele também citou a implantação da Universidade Federal do Sul da Bahia, que terá sede da reitoria e campus em Itabuna, “como uma grande conquista da Região, que vai ampliar o acesso ao ensino superior para milhares de jovens”.

A diretora do Centro Territorial de Educação Profissional do Litoral Sul II, Crystina Bonin, parabenizou os estudantes pela colação de grau, agradeceu os professores, “que estão compartilhando essa nova experiência dos cursos profissionalizantes, uma quebra de paradigma na vida escolar” e dirigindo-se aos novos técnicos afirmou que  que “me sinto extremamente feliz e realizada em compartilhar com vocês esse grande momento e fazer parte da história de vida de todos vocês”. A solenidade de formatura dos cursos técnicos em Administração e Comércio do Cetep Itabuna foi organizada pela Capelo Eventos e Formaturas.

Queima de documentos da ditadura em Salvador será investigada pela Comissão da Verdade

A investigação da queima de documentos secretos do período da Ditadura Militar será ressuscitada pela Comissão Especial da Verdade da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba). O escândalo envolveu documentos da Base Aérea de Salvador, denunciado pelo Fantástico em dezembro de 2004. O deputado estadual Marcelino Galo (PT), por meio de assinatura de um convênio com o grupo nacional – criado para investigar torturas e violações aos direitos humanos, cometidas no regime militar, quer apoio para esclarecer pontos obscuros em torno do episódio ocorrido na área restrita da Aeronáutica.

De acordo com o parlamentar petista, “a intenção é buscar informações sobre o andamento das investigações que já duram dez anos e pressionar as Forças Armadas a revelar o que já foi apurado até o momento”. Ainda segundo Galo, em especial, esses indícios sobre a autoria da destruição dos relatórios confidenciais e o teor de parte dos papéis que escaparam das chamas.

 

“Triste a vida das estátuas. Quando nada lhes acontece, pombos e passarinhos a premiam. E quando são objeto da ira e/ou ignorãncia e/ou perversidade dos mortais sem versão em bronze, resina ou outros materiais, lhes acontece isso na praça e, depois, parecem condenados ao esquecimento nos depósitos, para deleite de fungos e outros espécimes do mundo sub.

Ou seja, do submundo ou do mundo sub, estátuas mal amadas encerram um triste capítulo até de um bem amado, olhando-nos com compaixão do plano do Além”.

 Agenor Gasparetto, sociólogo e diretor da editora  Via Litterarum, sobre o descaso para com a estátua de Jorge Amado em Itabuna

Grupo de trabalho busca solução para conflito de terras no Sul e Extremo Sul da Bahia

A suspensão provisória das demarcações de terras no Estado, até que o Superior Tribunal Federal (STF) emita decisão final, como aconteceu no Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, foi uma das questões pontuadas por pequenos produtores rurais do Sul e Extremo Sul da Bahia, durante reunião na Secretaria da Agricultura.  O encontro foi o primeiro do grupo operacional, criado pelo governador Jaques Wagner e coordenado pelo secretário estadual da Agricultura, engenheiro agrônomo Eduardo Salles.

Os comandantes regionais da Polícia Federal e Militar, representantes de pequenos e médios produtores, o prefeito de Ilhéus e representantes políticos da região elaboraram um documento com sugestões de medidas a serem adotadas, que será entregue ao governador, ainda esta semana. Dentre elas está a inserção de novos componentes no grupo de trabalho, a exemplo do Ministério Público Federal e Estadual, além da Polícia Civil.

Eduardo Salles informa que levará ao conhecimento do governador todos os pontos elencados pelo grupo, mas defende a tranqüilidade para a resolução do conflito. “O que não se pode é perder o controle da situação, tem que haver uma forma de preservar o direito da terra para os agricultores que ali estão há décadas, até que haja uma decisão final da justiça”, destacou.

Na última segunda-feira o grupo formado por indígenas realizaram manifestação na cidade de Ilhéus, solicitando resolução para o conflito. Eles ainda invadiram mais sete fazendas na região. Na última semana, foram feitas 15 reintegrações de posse a agricultores.

São duas as regiões onde existem conflitos, Extremo Sul e Sul, onde já houve situação de violência. Na primeira região, a área envolvida é de 27 mil hectares, são 4.500 pessoas que vivem da produção agrícola local. Já a segunda tem extensão de 47 mil hectares, envolve os municípios de Ilhéus, Buerarema e Uma, com aproximadamente 700 propriedades, com 18 mil habitantes, 49 associações de pequenos produtores, 5 assentamentos e uma produção estimada em R$ 35 milhões, segundo dados do IBGE (2011).

 

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
agosto 2013
D S T Q Q S S
« jul   set »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031