hanna thame fisioterapia animal
universidade lasalle livros do thame



SUPOSITÓRIO OU VIA ORAL? MAIS DIDÁTICO, IMPOSSÍVEL…

as crianças já foram dormir?

Depois de dois capítulos de antologia, que culminaram com o assassinato de Dona Sinhazinha e seu amante Osmundo pelo coronel e corno Jesuino, entremeados pelo humor do impagável Tonico Bastos fugindo do assédio da própria mulher, a novela “Gabriela” teve na quinta-feira, 9,  seu momento Carlos Zéfiro.

 Numa das cenas a estudante Iracema, da fina flor da juventude ilheense, ensinava as colegas de colégio como satisfazer os namorados sem perder a virgindade e a honra, com um esclarecedor “deixo que eles botem atrás”. Quando não dá na frente, a retaguarda abunda.

 Noutra cena,  Glória, a fogosa amante do também coronel e corno Coriolano (pelo jeito, para Jorge Amado a insígnia dos coronéis ilheenses era um vistoso par de chifres!),  dizia a seu novo amante, o duro (em ambos os sentidos) professor Josué  que estava com a boca e a mandíbula doendo, de tanto trabalho (oral, per supuesto) pra fazer a arma do coronel dar uns tiros.

E depois, sapecou um beijo na boca do nobre educador, que nem teve tempo de dizer “que porra é essa!”.

 Ah, se alguém percebeu em meio a tanto didatismo, os protagonistas Gabriela e Nacib estão prestes a se casar.

 

.

Imprimir Imprimir | Enviar Enviar

Dê seu voto:

Leave a Reply

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
agosto 2012
D S T Q Q S S
« jul   set »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031