hanna thame fisioterapia animal
bahiagas livros do thame

Archive for outubro, 2011

CEPLAC: MAYNART COBRA MOBILIZAÇÃO POLÍTICA

Maynart lembra que tem ligações com o setor rural

       “Quero firmar compromisso com o Cenex, o Cepec e os funcionários da Ceplac de continuar lutando pela instituição no campo político de onde sou oriundo”. A afirmação foi feita hoje, 31, pelo administrador de empresas Juvenal Maynart Cunha ao assumir o cargo de superintendente de Desenvolvimento da Região Cacaueira da Ceplac na Bahia em substituição ao fiscal federal agropecuário e pesquisador Antonio Zózimo de Matos Costa durante reunião administrativa de posse conduzida pelo diretor substituto da instituição Edmir Celestino Ferraz em ato que antecedeu à cerimônia de posse festiva ainda a ser marcada.

       “Sou pessoa que vem do mundo político e acredito no poder que a política representa para transformar a sociedade. Acredito que vai acontecer o que fiz durante minha carreira nos órgãos a que servi. Este é desafio que não tenho medo. A minha experiência vai contribuir para encontrar soluções locais”, afirmou Maynart. O novo dirigente lembrou sua origem na região de Ipiaú, as vinculações de sua família com a cacauicultura baiana, além de sua boa relação com pesquisadores e técnicos por ter atuado como diretor administrativo e financeiro de órgãos estaduais como Companhia Baiana de Pesquisa Mineral (CBPM), Ibametro e Sudic.

       O superintendente lembrou que no aspecto organizacional tem a mesma cultura que os servidores da Ceplac: respeito à hierarquia e noções de responsabilidades às exigências do serviço público. “A sociedade requer uma classe política diferente e tenho um desafio pessoal: provar que a competência política é capaz de exercer obrigações de Estado” resumiu Juvenal Maynart, acrescentando que o mundo político tem que ser sensível ao desafio que vive o Sul da Bahia há 25 anos em crise pela ocorrência da vassoura de bruxa, que considerou uma tragédia que se abateu sobre a região.

SEAGRI LANÇA CAMPANHA DE VACINAÇÃO CONTRA A AFTOSA

A Secretaria estadual de Agricultura (Seagri), através da Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), lança amanhã (1º), a segunda fase da Campanha de Vacinação Contra a Febre Aftosa, simultaneamente, em três municípios – Itamaraju, Itanhém, e Guaratinga, localizados no Extremo-Sul da Bahia. A vacinação ocorrerá até 30 de novembro e vai imunizar apenas os animais com idade até 24 meses, exceto os municípios localizados na Zona de Proteção, que devem realizar a vacinação em todos os bovinos e bubalinos. O secretário Eduardo Salles fará o lançamento no dia 1º de novembro em Itanhém, Itamaraju, e Guaratinga

Em Itanhém, o evento acontecerá às 9 horas, no Parque de Exposições da cidade. Em seguida, às 12 horas, será a vez de Itamaraju, na Fazenda Santo Amaro, e, finalizando a programação, às 15 horas, o secretário da Agricultura, engenheiro agrônomo Eduardo Salles, e sua comitiva estarão em Guaratinga para lançar a campanha contra a aftosa na Fazenda Talismã.

A redução da faixa etária vacinal nesta etapa de vacinação de novembro beneficia aproximadamente 265 mil pecuaristas em 409 municípios baianos. No total, cerca de 6,5 milhões de animais adultos deixarão de ser vacinados, representando uma economia da ordem de cerca de R$ 11 milhões para os pecuaristas baianos.

A Bahia é detentora do maior rebanho bovino da região Nordeste e tem apresentado, nos últimos anos, uma estabilidade sanitária referenciada nacionalmente. Com a alteração da estratégia de vacinação contra a febre aftosa no Estado, o rebanho baiano passa a ter as mesmas condições sanitárias dos rebanhos dos estados do Rio Grande do Sul, Paraná, São Paulo, Minas Gerais, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Goiás, Tocantins, Mato Grosso, e Rondônia.

ABRIRAM A PORTA DO HOSPICIO

ITABUNA É CAMPEÃ BRASILEIRA EM MORTALIDADE INFANTIL E VICE EM ASSASSINATOS

quem nasce vivo, pode morrer assassinado

Um perfil das cidades brasileiras com mais de 200 mil habitantes, publicado na edição desta semana da revista Veja, coloca Itabuna em situação desonrosa. De acordo com o levantamento, Itabuna é a segunda cidade com maior taxa de homicídios do Brasil, com 113,8 assassinatos por 100 mil habitantes, ficando atrás apenas de Marabá, no violento Sul do Pará, com 125 homicídios para cada 100 mil habitantes.

         No quesito mortalidade infantil, a situação de Itabuna é ainda mais vergonhosa: a cidade é a campeã nacional  com 29,4 mortes por cada grupo de mil recém nascidos. Está bem à frente de Vitória da Conquista e de  Marabá. Para efeito de comparação, as cidades mais bem colocadas, Presidente Prudente (SP), Américana (SP), Viamão (RS) e Macaé (RJ) tem 8 mortos para cada mil recém nascidos.

O GAMBÁ ATRAVESSA O RIO

O Vasco parou nos milagres do goleiro Denis e o São Paulo saiu de São Januário com um 0x0 que só ajudou o Corinthians.

Mesmo jogando com 10 durante todo o segundo tempo, oi Timão virou para 2×1 em cima do Avai e lidera o Brasileirão.

Pior fez o Flamengo, que abriu 2×0 no Gremio e tomou um inquestionável 4×2. Vaiado e chamado de pilantra o tempo todo, Ronaldinho foi um fantasma em campo,

Fluminense e Botafogo que ganharam na rodada, ainda sonham com o título.

Mengo e São Paulo, ameaçados pelo Figueirense, sonham com a Libertadores, porque o título começa a virar miragem.

O Bahia que tomou 2×1 de virada do Figueirense, volta a flertar com a zona de rebaixamento.

OS NUMEROS DA AUDIÊNCIA PÚBLICA DO PORTO SUL

3700 pessoas presentes

25 cidades representadas

270 inscritos para questionamentos sobre o projeto

13 horas de duração

10 mil lanches, 10 mil refrigerantes, 4 mil litros de água, 900  litros de café e oito mil frutas consumidos

170 pessoas na equipe de apoio

A maior audiência pública realizada na Bahia.

ZEQUINHA ESTÁ DE VOLTA

 

Depois de passar por uma cirurgia cardíaca e de um período de  recuperação em Salvador, Zequinha do Katiquero está de volta a Itabuna.

Ele completa a fase de recuperação na cidade, com sessões de fisioterapia e exames médicos de avaliação.

 Ainda sem data pra voltar ao batente, no sábado Zequinha deu uma passada no Katiquero, pra matar a saudade e constatar o quanto é querido pelos amigos, caranguejeiros, cervejeiros e afins.

 

FORÇA,COMPANHEIRO LULA


O Brasil torce para que Lula, mais uma vez, seja um vencedor, ele  que

tantas vezes driblou o destino e deu a volta por cima.

Agora, vai vencer a sua mais preciosa luta: a luta pela vida.

Força, companheiro!

 

o projeto do Porto Sul

INDIO NÃO QUER APITO. INDIO QUER PORTO

AUDIENCIA DO PORTO SUL REUNE 3 MIL PESSOAS

Audiência pública esclarece gestão de impactos ambientais do Porto Sul

 

Um espaço absolutamente democrático, com o apoio e a manifestação de quem compreende a importância da implantação do Porto Sul e com os questionamentos dos que ainda têm alguma dúvida sobre o projeto. É assim que está sendo realizada, na tarde deste sábado (29), a audiência pública do Porto Sul, promovida pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama), no Centro de Convenções de Ilhéus.

 

O coordenador de Infraestrutura da Casa Civil do Governo do Estado, Eracy Lafuente, apresenta o projeto técnico do empreendimento. Para ele, o momento é de diálogo. “Com muito trabalho, estamos ingressando na fase final para a obtenção da licença prévia. Os estudos todos estão finalizados e hoje é um compromisso do governo, mostrar à sociedade o que estamos diagnosticando e implementando em relação aos impactos sociais e ambientais”.

 

Segundo Lafuente, a presença de todos os segmentos que participam da audiência é importante “porque a maneira como a gente trata é ouvir e participar”. Segundo ele, o Porto Sul é uma construção não somente do Governo do Estado, “mas do povo baiano, de Ilhéus e das pessoas que se envolvem direta ou indiretamente com o assunto”.

 

O superintendente do Ibama na Bahia, Célio Costa Pinto, disse que a audiência é uma etapa do processo de licenciamento, necessária por definição da legislação. “O objetivo é apresentar à comunidade envolvida o projeto, o relatório dos impactos ambientais e esclarecer dúvidas que porventura fiquem nessa apresentação. Depois, o processo será analisado para que possa ser emitido um parecer técnico da nossa equipe”.

 

Para o secretario de Meio Ambiente, Eugênio Spengler, um empreendimento do tamanho do Porto Sul é estratégico para o desenvolvimento do país e do estado, “mas deve beneficiar também as comunidades do entorno, se envolvendo nas dimensões social, econômica e ambiental que representa”.

 

Spengler explicou que o Ibama foi o órgão que orientou o tipo de estudos que deveriam ser feitos. “Quando o Governo do Estado apresentou os estudos, o Ibama aceitou e é por isso que está acontecendo a audiência pública. A partir da análise dos estudos e da audiência pública, o Ibama vai avaliar se os são suficientes ou se há a necessidade de algum estudo complementar para então emitir seu parecer final sobre a localização do empreendimento”. Tres mil pessoas participam da audiência.

FUMARAM A GRAMÁTICA

 Nos protestos que se seguiram ao flagrante dado pela Polícia Militar em quatro estudantes da Universidade de São Paulo, quando enrolavam um cigarrinho de maconha no campus, foram exibidos cartazes contra o governo paulista e a PM.

 A julgar pelos cartazes, dá pra ver que a molecada precisa passar mais tempo na sala de aula do que produzindo fumaça.

A  canelada na gramática é digna daqueles beques de roça, pra quem do pescoço pra baixo, vale tudo.

E o pior é que nem dá pra pedir ajuda aos universitários…

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
outubro 2011
D S T Q Q S S
« set   nov »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031