hanna thame fisioterapia animal
livros do thame

O ADEUS AO JEQUITIBÁ-REI

A Prefeitura de Camacan perpetrou uma barbaridade ao derrubar, sem dó  nem piedade, um jequitibá-rei de mais de 500 anos.

A alegação para a derrubada foi que as raízes da árvore estavam comprometendo a estrutura das casas vizinhas.

Tudo muito bom, tudo muito bem, não fosse o detalhe de que a árvore já estava lá quando as residências foram construídas, na típica falta de planejamento urbano.

O jequitibá é a árvore símbolo da região e sob suas copas generosas, brotaram milhões de cacaueiros que fizeram a história e movimentaram a economia do Sul da Bahia.

O produtor rural Euvaldo Maia Filho fez o que pode para evitar a derrubada do Jequitibá, mas sua luta foi em vão. “A ignorância não permitiu enxergar, que não estavam protegendo pessoas mais sim dificultando o desenvolvimento sustentável, e pior, dando um péssimo exemplo de descaso ambiental a população”, lamentou Euvaldo.

 Como não ia sair na Rede Globo nem afeta os negócios de uma empresa de perfumes e cosméticos, o jequitibá-rei não teve direito a um abraço de ambientalistas. Com isso, vai-se um pouco da nossa floresta viva.

Triste.

Imprimir Imprimir | Enviar Enviar

Dê seu voto:

8 Responses to “O ADEUS AO JEQUITIBÁ-REI”

  • Ramon disse:

    Indignado!!!!!!!!!!!!!!

  • Eduardo disse:

    Prezados,

    Que pena!

    Recebem o nome de jequitibá árvores de tronco de grandes dimensões, tanto em comprimento como em perímetro, da família das lecitidáceas.

    Cadê os ecochatos da mídia?

    Cada dia a natureza produz o suficiente para nossa carência. Se cada um tomasse o que lhe fosse necessário, não havia pobreza no mundo e ninguém morreria de fome.

    A crise ambiental que vivemos, na contemporaneidade da existência humana, extremou-se tanto nas últimas décadas que acabou por tornar-se um assunto de suma importância para aqueles preocupados com os destinos da humanidade. Sua causa também já é conhecida: A atividade humana, que vem sendo muito mais predatória e virulenta do que harmoniosa e equilibrada com relação à natureza. Mas e a solução para esse cenário? Porém a mídia oportunista e global se aliam as ONGs ecochatas e naturistas, confundindo seus seguidores com atitudes oportunistas que só a elas interessam ,pregando uma demonstração de proteção ambiental, dizendo eles que são preservadores do que ainda temos da floresta viva.

    Edu

  • Andre disse:

    Um louco…deveria ser posto para fora!!!! e ter seus direitos vetados eternamente!!!

  • É de cortar o coração :(

  • Luiz Rogick disse:

    Cadê as casas? Tõ vendo nada! Crime! Crime! Crime! O Brasilzão bão de matá, né?

  • Tiago disse:

    Nossa não acredito no que eu vi, essa árvore deveria ser ainda mais protegida pelo fato de estar em área urbanizada, deveria ser patrimônio histórico no minimo um praça em volta dela, que vergonha, que lixo de prefeitura!!!

  • john disse:

    quem deu a ordem para cortar essa arviore deveria ser preso, ou mesmo enforcado em outra arvore .

  • É uma pena que a ignorância do homem algumas vezes procura se sobrepor a sabedoria da mãe natureza.

    A lei do homem, tais responsáveis podem escapar, mas a do universo, jamais.

Leave a Reply

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
maio 2011
D S T Q Q S S
« abr   jun »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031