hanna thame fisioterapia animal
livros do thame

É uma rima. E também uma solução

lula monteiropaulista

Lula juntou em Monteiro

mais gente que os coxinhas

no Brasil inteiro

Shopping Jequitibá promove projeto #EstarBem

estar bem

A edição 2017 do Projeto #EstarBem, do Shopping Jequitibá, estreou com grande sucesso, no dia 22, e terá repeteco na próxima quarta (29), no Lounge Calixto Midlej Filho, em frente à C&A, com massagem relaxante, aula de zumba e vários serviços.

Na semana passada, a estreia foi na Praça Hélio Lourenço (antiga Praça da Cotef). Os aulões começam sempre às 18h. O aulão é aberto ao público.

Cursos de universidades estaduais da Bahia estão entre os melhores do País

 

UescDe acordo com o Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) de 2015, as universidades estaduais do Estado (Uneb), Campus de Salvador, de Vitória da Conquista (Uesb) e de Itabuna/Ilhéus (Uesc), ficaram entre as melhoras do Brasil, superando a médica nacional em algumas disciplinas, ao conseguir Conceito Preliminar de Curso (CPC) mais alto que instituições particulares e outras públicas. Os resultados foram divulgados este mês pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anízio Teixeira (Inep).

Alguns cursos se aproximaram da nota máxima (5), como é o caso de Psicologia da Uneb (campus de Salvador), avaliado com 4,7422, ficando, em terceiro lugar – seguido da Universidade Federal do Recôncavo –UFRB (7º) e Universidade Federal da Bahia – Ufba (10º) – entre as graduações da disciplina no País. A explicação para o desempenho é o enquadramento às diretrizes curriculares.

A Uneb, em Salvador e Juazeiro, também foi bem avaliada pelo Enade – exame que todo estudante concluinte precisa fazer para obter o diploma – no curso de Direito, com notas 4,3391 e 4,0616, respectivamente. A Uesb (Conquista) teve destaque nos cursos de Administração  (4,0915) e Direito (4,0886). Na Uesc, o curso mais bem avaliado foi o de Direito, com a nota 4,0278.

O secretário estadual da Educação, Walter Pinheiro, destacou que este resultado comprova a qualidade das universidades públicas da Bahia. “Temos dialogado muito com os reitores, buscando ampliar cada vez mais a participação das universidades na melhoria da educação básica, aproveitando toda a expertize que possuem. Já temos parcerias importantes na implantação dos Complexos Integrados de Educação, junto com a Uneb e UFSB [Universidade Federal do Sul da Bahia]”.
Segundo ainda Pinheiro, o Governo também está ampliando o perfil da participação das universidades públicas da Bahia na formação de professores e formatando junto com elas o projeto para as licenciaturas interdisciplinares”.  O secretário também destacou “o projeto Mais Futuro, que está contribuindo para a garantia de permanência daqueles estudantes com maior vulnerabilidade social”.

A filha da lavadeira e o anel de formatura

lavadeira 13

A solenidade de formatura da Unopar Itabuna foi marcada por um momento de grande emoção. Durante o Culto de Ação de Graças, Thyara Andrade,  que se graduou em Serviço Social, fez questão de prestar uma homenagem à mãe, dona Cecília,  de 77 anos.

lavadeira 3Lavadeira durante 40 anos, dona Cecília criou os sete filhos com seu trabalho árduo e digno. “Mãe, o amor por seus filhos foi maior do que a dor e o sofrimento. Obrigada pelo cuidado, amor e dedicação. Valeu a pena cada gota de suor derramada. Nenhuma delas foi em vão. Te amo”, disse Thyara, a primeira da família a concluir um curso de nível superior.

Durante a homenagem, dona Cecília recebeu uma trouxa de roupas, que simbolizava sua luta na criação dos filhos.

Dentro, estava o Anel de Formatura de Thyara.

Secom promove encontro com a mídia do Baixo Sul da Bahia

andre curveloA área de comunicação do Governo da Bahia apresenta à imprensa do Baixo Sul os seus principais projetos e ações em um encontro especial na próxima terça-feira (28), a partir das 8h30, no hotel Portal Rio Una, em Valença, com a presença do secretário André Curvello.

O objetivo central é promover ainda mais a proximidade com os formadores de opinião, bem como estreitar o relacionamento com as diferentes áreas de conteúdo da Secom a fim de facilitar o acesso dos profissionais de comunicação e a divulgação das realizações da atual gestão.

O Governo da Bahia tem buscado otimizar a relação com a mídia do interior do estado, garantindo maior participação dos profissionais e dos veículos de comunicação nas ações desenvolvidas pela Secom. Também já foram direcionados mais recursos em publicidade regional como forma de incentivar e fomentar a atividade em cidades de pequeno, médio e grande portes favorecendo o desenvolvimento local.

Na relação institucional com o meio, a Secom tem realizado encontros e conferências, incentivando o debate e criado um ambiente de maior interação entre a mídia e o governo. Outra ação importante tem sido a realização de cursos e oficinas de capacitação.

Mutirão reúne agricultores em Floresta Azul

florestaA equipe do Setaf/Bahiater/SDR-Litoral Sul, atendendo uma solicitação da secretária municipal de Agricultura de Floresta Azul, Lôla Gedeon, realizou um mutirão para emissões e renovações de Daps-Documentos de Aptidão ao Pronaf.

A atividade com a participação de  Bernardino Rocha/Sub Coordenador da Bahiater, acompanhado por Nelson Fernandes/Bahiater e Francisco Augusto/Bahiater,  contou com presença de agricultores e agricultoras familiares, da ecretária Lôla e diretor de agricultura Beto de Teta.

Além do mutirão, foram abordados  temas como regularização fundiária, Programa de Aquisição de Alimentos e renegociação das dívidas junto ao Banco do Nordeste.

Bahia se prepara para sediar o Virtual Educa 2018

virtual educacaA preparação para a Bahia sediar, em 2018, um dos maiores eventos mundiais na área de Educação está a todo vapor. Foi realizada uma reunião de alinhamento com o objetivo de integrar as secretarias e órgãos do Governo do Estado na realização do Encontro Internacional Virtual Educa 2018. A cada ano, o evento é realizado em um país membro da Organização dos Estados Americanos (OEA) e visa difundir projetos inovadores voltados para a área da educação. Este ano, será realizado em Bogotá, na Colômbia.

O secretário da Educação, Walter Pinheiro, falou sobre a importância do Virtual Educa ser sediado na Bahia e, também, destacou o potencial dos estudantes da rede estadual de ensino. “Muito mais do que um evento, este é um programa de grande porte no qual teremos a oportunidade de mostrar para o mundo o que a Bahia tem feito para atender às metas do milênio, através das experiências pedagógicas que estão sendo desenvolvidas nas escolas estaduais. Também será uma oportunidade para novas parcerias e para ampliar o acesso dos nossos professores, gestores e estudantes a iniciativas inovadoras de outros países”, destacou Pinheiro.

De acordo com o secretário geral do Virtual Educa, José María Antón, a Bahia foi escolhida por diversos fatores preponderantes, a exemplo da diversidade cultural, localização, destaque em projetos educacionais e a vinculação com a África, que pela primeira vez participará do evento. “Em cada edição é dada ênfase às questões que as instituições educativas do país sede consideram estratégicas, fatores que contribuem para a melhoria de resultados na educação, bem como a apresentação de experiências e modelos de boas práticas, a exemplo de projetos de inovação e conectividades escolar”, afirmou.

Em dezembro do ano passado, Pinheiro e o secretário estadual de Turismo, José Alves, participaram da reunião preparatória do Conselho Diretor do Virtual Educa, na sede da Organização dos Estados Americanos (OEA), em Washington (EUA). No evento deste ano, na Colômbia, a Bahia será anunciada como sede da próxima edição.

Na reunião desta sexta-feira, participaram representantes das secretarias de Comunicação, Turismo, Administração, Fazenda, Desenvolvimento Econômico e Planejamento, além da Procuradoria Geral do Estado, Prodeb, Casa Civil, Casa Militar e Assessoria Internacional do Gabinete do Governador. O presidente da Associação para Promoção da Excelência do Software Brasileiro (Softex), Ruben Delgado, também participou do encontro, que foi coordenado pela Secretaria da Educação.

Quinta do Bem: show de solidariedade em Ilhéus

quinta do bem

A Quinta do Bem conseguiu arrecadar meia tonelada de alimentos não perecíveis em sua primeira edição em Ilhéus, no dia 23. Parte do Projeto Cidade do Bem, o evento reuniu Alexey Martinez, Walkyria Santos (ex-Magníficus), Simone Lessa e Sinho Ferrari, além de Ary PB (Cacau com Leite), no Centro de Convenções.

Os alimentos serão doados à Apae de Ilhéus, que atende a 210 alunos, e ao Abrigo São Vicente de Paulo, com 68 idosos. O projeto que reúne solidariedade e música foi idealizado por Massinha.

Breves linhas sobre ´Revenge Porn` ou `Vingança Pornográfica`

Débora Spagnol

debora 2As relações interpessoais sofreram, ao longo do tempo, as influências da tecnologia. Do inicial contato exclusivamente físico, evoluiu-se para as cartas, telegramas, telefonemas, fax, vídeos, redes sociais, teleconferências, entre outros.

Porém, ao mesmo tempo em que abre um leque de possibilidades de aquisição de conhecimento, aumento da rede de contatos pessoais e profissionais de forma barata, simples e rápida, as redes sociais podem levar a excessos  – não são raros os casos de viciados em celulares e computadores, que abrem mão de relacionamentos pessoais em favor de virtuais.

Além disso, a vaidade e necessidade de auto-afirmação fazem com que as pessoas abram mão da própria privacidade em troca de ´likes´ e ilusão de uma falsa aceitação. A privacidade muitas vezes é exposta e é também em muitos momentos objeto de vários tipos de violação, que resultam nos chamados ´crimes cibernéticos´.

No mundo virtual, personalidades mais volúveis podem abrir mão, em nome da popularidade, de valores íntimos como a privacidade, chegando até mesmo à exposição do corpo, o que se dá através da divulgação de vídeos e imagens dos protagonistas em trajes indiscretos e em cenas de intimidade.

Quando as imagens e vídeos são expostos pelos próprios protagonistas nas páginas que mantém em redes sociais, subentende-se que houve a renúncia à privacidade em nome de um bem que lhe parece maior: a aprovação virtual, não decorrendo daí nenhum crime.

Pela própria dinâmica atual dos relacionamentos, em que os casais buscam novas formas de satisfação e realização de desejos, não é incomum a gravação e registro fotográfico de momentos íntimos. Mas se após o fim do relacionamento um deles, munido com as imagens ou vídeos, resolve divulgá-los colocando em risco a moral daquele que apareceu sem dar esse consentimento, se está diante dessa postura conhecida como ´REVENGE PORN´.  O termo estrangeiro significa, numa tradução direta, ´vingança pornográfica´, e acontece, em específico, nos ambientes virtuais.

+| Leia a matéria completa »

Assim Caminha a Cacauicultura (parte 2)

Gerson Marques

gerson marquesPosta então a nova realidade e constatado o cenário de inovações que a introdução da chocolataria vem trazer, nos cabe agora a construção  das estratégias de desenvolvimento e consolidação do novo modelo de negócio do velho e bom cacau.

A principal característica deste novo momento será a diversidade de oportunidades de negócios, existem agora inúmeras formas de agregar valor ao cacau, sempre é bom lembrar que o mercado tradicional de comódite ainda será a principal parte do negocio por um bom tempo, a transição para o novo não significa o abandono do velho, mesmo neste segmento, no entanto, a inovação já se impõe, a grande indústria de moagem acusada de práticas sociais injustas em suas atividades na África,  começa a ver no Brasil o futuro de seus negócios, a introdução de mecanismos de certificação de qualidade e novas tecnologias de produção já são testadas em várias fazendas da região.

É neste cenário que está surgindo a adoção da indicação geográfica “IG Cacau Sul Bahia” a partir de uma articulação iniciada há seis anos envolvendo uma dúzia de entidades de produtores de cacau, muitas delas da agricultura familiar, agregadas na Associação Cacau Sul Bahia, que agora chegou a reta final no INPI – Instituto Nacional de  Propriedade Industrial, se confirmada as expectativas, até o fim deste ano o cacau do Sul da Bahia será o segundo produto do estado a ter este selo, depois da Cachaça de Abaíra.

cacau frutoEm outra frente assistimos um incipiente mercado de cacau “of road” não comódite, que vem crescendo de forma significativa, o chamado Mercado de Cacau Fino, em que o produtor consegue bonificações de até trezentos por cento sobre o preço de seus produtos, neste mercado os concursos da Icco, Prêmio Internacional de Cacau (ICA) e Prêmio Cacau de Excelência (CoE), são uma excelente referência, produtores premiados como João Tavares, Pedro Magalhães, M Líbano e Vale da Juliana já estão bem posicionados neste mercado, que no entanto, é dominado por países de pequenas más tradicionais produções, como Equador, Colômbia, Guatemala e outros  inclusive da Ásia,

A desorganização institucional do setor cacaueiro n Brasil, no entanto, não permite uma dimensão real do tamanho deste seguimento, ainda não é passível seu real tamanho em relação ao total da cadeia, apesar de sua importância e crescimento evidentes nos últimos anos.

Ainda antes de chegar no chocolate, outra inovação observada está no negócio do nibs de cacau, que simplesmente não existia há alguns anos e que hoje já se impõe como um produto de prestígio e valor, consumido por um público havido por saúde e alimentos funcionais, tenho acompanhado diversos negócios de nibs, alguns já na casa da centenas de quilos por valores bastante significativos.

Ainda dentro da cadeia, outro seguimento que começa a esquentar são os de derivados de cacau, que não chocolates, pessoas inovadoras e muito criativas tem feitos produtos de excelente qualidade e bela apresentação, amêndoas caramelizadas, rapadura de cacau, geleias e nibs com açúcar, sal e ervas finas, já são produtos consolidados em embalagens elaboradas com boa recepção no mercado.

Por fim temos o chocolate, este produto universal, amado e desejado em todo planeta, conhecido como alimento dos deuses e reconhecidamente saudável, historicamente  importante para a humanidade.

(na terceira parte deste artigo, avançaremos sobre os chocolates…)

Gerson Marques é produtor de Cacau e Chocolate, proprietário da Fazenda Yrerê, onde trabalha com turismo rural, e atual presidente da Associação dos Produtores de Chocolate do Sul da Bahia. 

Sem medo de ser feliz

Daniel Thame

daniel thame FlicaBrasil 4×1 Uruguai  no Estádio Centenário,  templo do futebol mundial. Vaga garantida para a Copa da Rússia,  embora a matemática diga que ainda não.

Dane-se a matemática.

O Brasil não apenas está na Copa, como resgatou o respeito perdido depois do 7×1 com Felipão e da sofrida  Era Dunga, parte 2,  que já era.

Tite conseguiu transformar um grupo de jogadores que cintilavam em seus times na Europa e se tornavam burocratas com a camisa amarela da Seleção  numa equipe coesa, confiante e busca a vitória o tempo todo.

Mudou a filosofia. Acabou aquela história de que empatar com Bolívia, Peru e Equador fora de casa era bom resultado.

Acabou também esse negócio de seleções marca bufa enfrentarem o Brasil como se estivessem jogando contra as Ilhas Fiji.

Os 4×1 no Uruguai, incontestáveis diante da superioridade brasileira, mesmo tendo sofrido um golo logo de cara, são a confirmação de que, enfim, temos uma seleção que vai chegar à Rússia como protagonista, não como coadjuvante.

titeTite tem acertado em  cheio nas convocações, embora possa se questionar um ou outro nome. Nada que faça dólar cair, o PIB subir e nossos políticos serem pouquinha coisa mais honestos.

Apostou em Paulinho, autor de três gols contra o Uruguai,  que estava perdido na China. Confirmou Casemiro, que hoje brilha no Real Madrid e é um dínamo no meio de campo. Transformou um bando num time. Simples assim.

E principalmente fez Neymar fechar o ciclo de chiliques e individualismo  na Seleção e ser o jogador solidário que é no Barcelona, sem com isso deixar de ser o craque que é.  Ou por isso mesmo estar se tornando um craque completo.

Sem piscadelas para as câmeras de televisão durante o jogo,  sem humilhar os adversários com dribles inúteis. Fazendo o que sabe fazer de melhor: jogar futebol de alto nível. E isso Neymar faz como poucos no Planeta Bola.

O Brasil perdeu o medo de ser feliz.

Pelo menos no futebol, pelo menos no futebol…

´Tovarichs`, podem preparar a vodka que o Brasil está chegando.

É gol- Aos trancos e barrancos, Lionel Messi vai carregando  a Argentina nas costas rumo à Rússia. A Copa 2018 é a última chance de canonização de ´La Puga`. Porque Deus a Argentina só tem um, Diego, “el Diez”. E, como se não bastasse, ainda um Papa, Francisco.

É pênalti- Ainda é cedo para avaliar o trabalho de Rogério Ceni, mas o encantamento inicial vai se esvaziando, por conta de erros de escalação, invenções que não dão certo e resultados medíocres. Seria a carruagem dourada uma abóbora?

Tudo que você precisa saber sobre Conjuntivite

Dra. Caroline França

 

FOTO DRA CAROLINE FRANÇA     Conjuntivite é uma inflamação da conjuntiva e da superfície interior da pálpebra. A conjuntiva é a camada exterior da parte branca do olho. O sintoma mais evidente é a vermelhidão do olho, sendo também comum a ocorrência de dor, ardor e prurido. O olho afetado pode também lacrimejar ou custar a abrir durante a manhã. A parte branca do olho pode-se apresentar inchada. O prurido é mais comum nos casos de alergias. A conjuntivite pode afetar apenas um ou ambos os olhos. Existem basicamente três tipos de conjuntivite: Conjuntivite viral, Conjuntivite bacteriana e Conjuntivite alérgica.

Existem também outras formas de conjuntivites, mas neste artigo vamos nos ater às formas bacteriana, viral e alérg ica.

Conjuntivite viral

É a forma mais comum de conjuntivite. Pode vir acompanhada por outros sintomas de virose, tais como febre, dor de garganta e sinais de infecção respiratória, semelhantes a um resfriado. A conjuntivite viral é extremamente contagiosa, sendo transmitida através de mãos contaminadas por secreções oculares.  O quadro de conjuntivite viral normalmente começa em um dos olhos, transmitindo-se para o outro 24 a 48 horas depois. A conjuntivite viral é auto-limitada, curando-se sozinha após 7 a 10 dias, sem necessidade de tratamento específico. O período de contágio costuma durar todo o tempo em que o olho permanece vermelho.

Conjuntivite bacteriana

A conjuntivite bacteriana é bem menos comum que a conjuntivite viral, sendo normalmente causada por uma destas cinco bactérias: Staphylococcus aureus (leia: STAPHYLOCOCCUS AUREUS), Streptococcus pneumoniae, Haemophilus influenzae, Moraxella catarrhalis ou Pseudomonas aeruginosa.

A transmissão da conjuntivite bacteriana se dá da mesma maneira que a conjuntivite viral, ou seja, através do contato com secreções contaminadas. Partilhar toalhas e dividir a mesma cama são situações de elevado risco. É bom salientar que apesar dos sintomas da conjuntivite serem quase que exclusivamente oculares, a bactéria ou vírus podem estar por toda a pele, sendo possível a contaminação das suas mãos com um simples contato com a roupa da pessoa infectada.

+| Leia a matéria completa »

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
março 2017
D S T Q Q S S
« fev    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031